Buscar

Corinthians comemora 110 anos e anuncia a Neo Química Arena

Por Roberto Maia


Na coluna da semana passada questionei sobre a veracidade das especulações a respeito da venda do naming rights do estádio do Corinthians em Itaquera. Imprensa, blogueiros e torcedores através das redes sociais “chutaram” diversos nomes do possível parceiro do Timão.


Pois bem, quem apostou na Hypera Pharma - antiga Hypermarcas – acertou. Desde o primeiro minuto do dia 1º de setembro, data do 110º aniversário do Corinthians, a casa da Fiel passou a ser oficialmente a Neo Química Arena.


A Hypera Pharma é a maior empresa farmacêutica brasileira em termos de receita líquida e capitalização de mercado. A marca Neo Química já foi patrocinadora máster da camisa do Corinthians entre 2009 e 2011, época em que o time contou com o Ronaldo Fenômeno.


Inaugurada em 10 de maio de 2014, a moderna arena corinthiana já estava virando piada entre os torcedores adversários por não conseguir um parceiro comercial para dar nome ao estádio. O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez sempre vinha a público e dizia que faltava pouco para concretizar negociações, mas nunca chegava a concretizar.


O novo nome foi mantido em segredo por vários dias, o que deu margens às especulações. Uma live-show foi organizada para acontecer na arena na noite de 31 de agosto e, à meia-noite a revelação seria feita. Porém, alguém envolvido no evento acabou por divulgar uma foto com o nome Neo Química projetado nas arquibancadas e pôs fim ao segredo. A foto rapidamente viralizou na internet. Mesmo assim, a apresentação através da TV Corinthians no Youtube teve mais de 1,2 milhão de pessoas sintonizadas.



A apresentação iniciou às 22h30 e teve como apresentadores o ator Dan Stulbach e o ex-goleiro e comentarista da Band Ronaldo Giovanelli. A cantora Negra Li foi a convidada especial para as apresentações musicais. Uma grandiosa queima de fogos à meia-noite antecedeu o anúncio.


O valor pela cessão do naming rights, que terá a duração de 20 anos, será de R$ 300 milhões. Os pagamentos anuais serão destinados diretamente à Caixa Econômica Federal para abater a dívida contraída pelo Corinthians para a construção da arena. Atualmente a CEF e o clube negociam o valor real devido que estaria entre R$ 480 a R$ 536 milhões.


O que precisa ficar claro para os torcedores corinthianos é que esse foi um grande passo para a equação das finanças que envolvem a arena. Contudo, somente o naming rights não solucionará as pendências. O presidente corinthiano informou que além dos jogos serão realizados shows musicais como forma de ampliar as receitas. Mas deixou claro que o Corinthians nunca irá jogar em outro estádio por causa de shows na sua arena.


Na oportunidade o dirigente também pediu o apoio da imprensa para que citem o nome Neo Química Arena, como forma de valorizar essa nova forma de investimento no futebol. Principalmente em um ano em que a economia foi devastada pela pandemia. O mandatário do Timão também confirmou que existe outra negociação com a Hypera Pharma que envolve a camisa corinthiana.


Agora, Sanchez tenta convencer a TV Globo a dizer o nome da arena, algo que a emissora normalmente não faz durante as transmissões dos jogos. Exemplo é o Allianz Parque, a arena do Palmeiras, que nunca foi chamada pelo nome oficial. Da mesma forma não chama o Red Bull Bragantino com o nome da marca de energético.


O que pesa a favor do Corinthians é que a Hypera Pharma é uma das maiores parceiras comerciais da Globo. A empresa comprou uma das cotas no valor de R$ 307 milhões para estar nas transmissões do futebol em 2020. Além disso, na terça-feira à noite, veiculou uma inserção publicitária de 30 segundos para anunciar o novo nome da arena do Corinthians na abertura do Jornal Nacional. O espaço é o mais caro na grade de programação da emissora: R$ 1,356 milhão.


Imagens: TV Corinthians (Produção)



Roberto Maia é jornalista e cronista esportivo. Iniciou a carreira como repórter esportivo, mas também dedica-se a editoria de turismo, com passagens por jornais como MetroNews, Folha de São Paulo, O Dia, dentre outros. Atualmente é editor da revista Qual Viagem e portal Travelpedia.



3 visualizações

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br