Buscar

Unibes realiza atividades virtuais com idosos durante a pandemia

A iniciativa conta com a ajuda de mais de 30 voluntários


Por Lia Garcia


Com a pandemia da COVID-19, a Unibes (União Brasileiro Israelita do Bem Estar Social), teve as atividades do Centro Dia suspensas. Antes da pandemia, a instituição promovia ações presenciais de cuidados diurnos a idosos semidependentes, cujas famílias não tinham como oferecer a atenção e cuidados necessários por estarem trabalhando durante o dia.


As ações incluíam alimentação e atividades voltadas ao lazer e à cultura, além da assistência de uma equipe de enfermagem. Para contornar essa situação e garantir que os idosos continuassem a ter atendimento, a solução foi oferecer atividades virtuais.


A presidente da Unibes, Denise Antão, comenta que já havia a necessidade de aumentar a participação dos idosos no mundo digital e com as novas demandas que surgiram com a pandemia isso ficou ainda mais evidente. A disponibilização de atividade virtuais surge como uma consequência desse processo.


Diariamente, 30 assistidos - com idade média acima de 80 anos - realizam atividades na parte da tarde, via aplicativo Zoom, que variam entre ginástica, coral, musicoterapia, arte-terapia, gastronomia, entre outros. As tardes de quinta-feira são dedicadas a palestras e bate-papos com convidados especiais, que falam desde autoestima a temas da atualidade.


Denise explica que para oferecer essas atividades ocorreram dois processos de capacitação. O primeiro foi focado nos cuidadores, para que eles estivessem aptos tanto a acompanhar os idosos nas atividades virtuais quando para ajudá-los caso tivessem alguma dúvida com a ferramenta. Já a segunda capacitação foi voltada para os idosos aprenderem a utilizar o Zoom e participar de videoconferências. “Todo o processo foi feito respeitando as regras de distanciamento social. As orientações eram feitas por telefone ou mensagens via aplicativo de mensagens, como o WhatsApp. Nos casos em que foi necessário auxílio presencial, as visitas foram feitas com o distanciamento necessário”, reforça a diretora.

Além dos encontros virtuais, a instituição também encaminha para os participantes das atividades de arte-terapia kits de aquarela com orientações de uso via WhatsApp.

Idosos em atividade por meio de aplicativo de videochamada (divulgação)

A Unibes também realiza outras ações voltadas para o cuidado dos idosos que não têm acesso a plataforma de videoconferência Zoom. Os assistidos que moram sozinhos, por exemplo, recebem da instituição revistas de palavras cruzadas. Já os idosos que moram com cuidadores, recebem jogos como dominó e instruções gravadas por voluntários, que são enviadas por mensagem de voz.


E mesmo com o distanciamento social, o apoio psicológico continua. Além de receberem orientações e acompanhamento via WhatsApp e Zoom, os assistidos também recebem ligações dos voluntários para conversar e saber como eles estão. Quando alguma mudança é notada, o idoso é encaminhado para assistência.


Quando perguntada sobre a possibilidade de prestigiarmos uma apresentação virtual do coral formado pelos idosos, Denise não descarta a ideia. “Recentemente realizamos uma apresentação virtual do nosso coral infanto-juvenil, que foi muito boa. Claro que se pode pensar em estender essa opção para o coral formado pelos idosos”, conclui.


Conheça as outras iniciativas da Unibes acessando o site unibes.org.br.

100 visualizações

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br