top of page
Buscar

SP vacina contra a gripe pessoas com mais de 60 anos e professores

Segunda fase da campanha vai priorizar idosos e professores das escolas públicas e privadas


A segunda fase da campanha de vacinação contra a Influenza (vírus da gripe) começa nesta terça-(11/05) na capital. Serão vacinados os idosos com 60 anos, ou mais, e os professores das escolas públicas e privadas. Para a realização da campanha simultânea a vacinação contra a Covid-19, a vacina contra a Influenza segue sendo aplicada exclusivamente em escolas e estabelecimentos da Educação. Todas as informações estão disponíveis na página Vacina Sampa.


Neste ano, por conta da imunização contra o coronavírus, a vacinação da gripe na capital paulista é feita apenas em escolas e estabelecimentos de educação, de segunda a sexta, das 8h às 17h.


Para saber quais são os locais de vacinação clique aqui.

A primeira fase, que teve início no dia 12 de abril, vacinou, até o dia (7), 512.828 munícipes do primeiro grupo que incluiu crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz há pouco tempo), povos indígenas e trabalhadores da saúde. O público estimado é de 1.522.496 pessoas. Até agora, 32,4% do público-alvo já foi imunizado.


A fase 3 começa no dia 9 de junho e atenderá pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, trabalhadores das forças de segurança e salvamento e forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.


A estimativa é que até o dia 9 de julho, data prevista para o encerramento da campanha, pelo menos 4,7 milhões de pessoas recebam a vacina. Neste período, os munícipes também poderão atualizar a Caderneta de Vacinação com outras vacinas (poliomielite, sarampo, pentavalente, febre amarela e rotavírus) do Calendário Nacional de Vacinação para os grupos prioritários. Até o dia 07, a Secretaria Municipal da Saúde atualizou mais de 45 mil carteirinhas de vacinação.


Covid-19

Pessoas com Covid-19 em tratamento ou alta há menos de 28 dias não poderão tomar a vacina contra a Influenza. A aplicação também será adiada caso a vacinação contra a Covid-19 tenha ocorrido há menos de 14 dias, ou, se a segunda dose estiver agendada em menos de 14 dias.


A vacina contra a Influenza pode ser aplicada simultaneamente com qualquer outra vacina do Plano Nacional de Imunização, exceto a vacina contra a Covid-19. No momento, a prioridade deve ser dada à vacina contra a Covid-19.


As autoridades de Saúde ressaltam que neste momento da pandemia, a vacinação contra a gripe é muito importante para reduzir as complicações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus Influenza na população alvo, facilitar o diagnóstico diferencial entre Covid-19 e demais doenças respiratórias causadas pela Influenza e evitar internações e a sobrecarga do sistema de saúde.


Mais informações, acesse esse link.


Fonte: Prefeitura de São Paulo

Comments


bottom of page