Buscar

Refugiados oferecem delivery de comidas do mundo

Os pratos vem acompanhados de uma playlist de músicas típicas dos países de origem dos chefs

Kharcho, prato da Armênia, feito com frango, champignon, batata e lentilha, é acompanhado de arroz com passas, ameixa e amendoim (Foto: Divulgação)

O projeto Open Taste, criado pela refugiada síria Joanna Ibrahim, surgiu como uma iniciativa para treinar cozinheiros refugiados e imigrantes para trabalhar com catering em eventos.


Um pouco antes da chegada da pandemia, a preparava se preparava para abrir um restaurante em São Paulo, mas com as restrições ligadas à quarentena, precisou adaptar-se e, como resultado, lançou uma opção de delivery com comidas do mundo.


A cada dia da semana, é oferecido o cardápio de um país: México às segundas-feiras, Síria às terças, Armênia às quartas, Congo às quintas, Venezuela às sextas e Colômbia aos sábados.


Para tornar a experiência ainda mais interessante, ao fazer o pedido, os cliente recebem o link para uma playlist com músicas típicas do país de origem dos chefs.


O Open Taste também criou cursos virtuais para quem quer aprender a fazer em casa alguns dos pratos feitos por imigrantes. Entre as opções, burritos mexicanos, patacones colombianos e tequenhos venezuelanos.


Para experimentar, basta acessar o iFood neste link.

9 visualizações

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br