Buscar

Como controlar a vontade de comer na quarentena?

Atualizado: Jul 7

Ficar em casa, sem saber ao certo quando retomaremos a rotina... o trabalho, a escola, a academia, o encontro com os amigos. Vivemos uma época de incerteza, angústia e ansiedade, sensações que despertam, muitas vezes, a vontade de comer de forma descontrolada.


Diferenciar a fome da vontade de comer é muito importante em tempos de quarentena e ter essa consciência pode evitar ganho de peso e outras doenças causadas pela má alimentação.


A endocrinologista Dra. Lorena Lima Amato comenta que agora, com mais tempo para cozinhar, muitas famílias estão utilizando a “confort food”, que são aqueles alimentos que trazem boas lembranças emocionais. O bolo da avó, o bolinho de chuva... a pipoca dos finais de semana a tarde... É importante resgatar isso, porém, é preciso que seja feito de vez em quando e não todos os dias”, alerta a médica.


Uma dica é respirar fundo e refletir qual a motivação pra comer... se for ansiedade, tente driblar de outras formas, outras distrações, bebendo água, exercitando-se. “Pense que a quarentena vai passar e quando tudo isso terminar, o ideal é você estar com saúde para voltar à ativa e a sua rotina, trabalho, academia, e tudo mais que faça parte da sua vida normal”, orienta Dra. Lorena. Ela diz ainda que se a pessoa perceber que a vontade de comer supera o seu controle emocional, é hora de procurar ajuda de um especialista.


Como dica de petisco, a médica cita cenoura e pepino cortadinhos como estratégia para o momento de ansiedade e ajuda a evitar a ingestão de alimentos pouco saudáveis.

“Uma pergunta interessante que se pode fazer no dia a dia é: o que te motiva a manter uma dieta saudável? Pense nessa resposta, que pode contribuir para você ter consciência antes de cair na tentação”, disse a médica.


Outra orientação é prestar atenção ao valor nutricional do que se está se ingerindo. Alimentos in natura e gorduras saudáveis ajudam a saciar a vontade de cair na tentação das ‘besteiras’. “E não esqueça da atividade física, extremamente importante sempre e, nesses tempos de quarentena, fundamental para aliviar a ansiedade e o estresse”, reforça Dra. Lorena.


Rotina alimentar das crianças - Com as crianças é muito importante criar rotinas de alimentação, horários estabelecidos para as refeições, que ajudam a diminuir a chance de escapar e comer aquele salgadinho. “Até para beber água é importante ter uma rotina, fique atento a isso. A água pode inibir a vontade de comer. O suco de limão sem açúcar pode ser também um grande aliado para quebrar a vontade de doces, salgadinhos, refrigerantes etc. Outra estratégia é não comer direto do pacote, coloque em um pote uma quantidade determinada para que não haja exagero! Comer um alimento de desejo de vez em quando não é o problema, desde que isso não se torne rotina”, explica a endocrinologista.


Deixar frutas à disposição e ao alcance da criança é uma ótima dica também em para incentivar a alimentação saudável.

Sobre a Dra. Lorena Lima Amato - A especialista é endocrinologista pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), com título da Sociedade Brasileira de Endocrinologia (SBEM) e endocrinopediatra pela Sociedade Brasileira de Pediatria. É doutora pela USP e professora na Universidade Nove de Julho.

7 visualizações

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br