top of page
Buscar

Qual a boa do fim de semana?

De 23 a 25 de setembro


Confira nossa seleção especial com os melhores filmes, exposições e passeios! Vem com a gente!

 

CINEMA


MULHER REI



A Mulher Rei acompanha Nanisca (Viola Davis) que foi uma comandante do exército do Reino de Daomé, um dos locais mais poderosos da África nos séculos XVII e XIX. Durante o período, o grupo militar era composto apenas por mulheres que, juntas, combateram os colonizadores franceses, tribos rivais e todos aqueles que tentaram escravizar seu povo e destruir suas terras. Conhecidas como Agojie, o grupo foi criado por conta de sua população masculina enfrentar altas baixas na violência e guerra cada vez mais frequentes com os estados vizinhos da África Ocidental, o que levou Dahomey a ser forçado a dar anualmente escravos do sexo masculino, particularmente ao Império Oyo, que usou isso para troca de mercadorias como parte do crescente fenômeno do comércio de escravos na África Ocidental durante a Era dos Descobrimentos, o que fez com que mulheres fossem alistadas para o combate.

CORDIALMENTE TEUS



Dez histórias ou uma só. Dez momentos na linha do tempo: 1972, 1999, 1550, 2083, 1891, 2012, 1618 - e uma mesma realidade: a violência dando a cara final às relações no Brasil. Uma revolta de escravos numa fazenda de café, a tortura de um índio, o sequestro de um embaixador, judeus se escondendo da Inquisição, uma torturada que revê seu torturador na plateia para a qual conta o crime cometido por ele, pai e filho conversando durante a Segunda Guerra, uma viúva que perdeu tudo na Encilhada e é forçada a se casar e perder a liberdade.

 

TEATRO


ONDE VIVEM OS BÁRBAROS

A peça conta a história de três primos que, depois de vários anos sem se ver, decidem se encontrar no Chile, em 2015. O anfitrião, diretor de uma ONG reconhecida por realizar ações de estabelecimento da democracia em zonas de conflito, se vê envolvido no estranho homicídio de uma jovem ligada a movimentos neonazistas. Este fato desencadeia atitudes inesperadas das personagens e um extenso debate sobre a ideia que cada um constrói sobre o outro, que culmina na deflagração das diferentes formas de violência entre os convidados. A obra apresenta uma sociedade que busca respostas rápidas para assuntos complexos, mesmo que para isso se arrisque pelo terreno das injustiças e se expresse por gestos inequívocos de silenciamento do que lhe é diferente – entendido então como um inimigo.

Até 14 de outubro. Terça a sexta-feira, às 20h30 (dia 12/10, feriado, às 17h30). Ingressos: R$30 (inteira), R$15 (meia-entrada) e R$9 (credencial plena) - Sesc Pompéia – Rua Clélia, 93, Água Branca



BELTRÃO

A montagem trata das transformações aceleradas no mundo do trabalho, ao propor uma reflexão sobre a condição de isolamento no ambiente profissional em relação à fragilidade psicológica que a interação desmedida com o contexto virtual provoca. E em contraposição a esse cenário, a necessidade humana de estabelecer vínculos de natureza mais coletiva. Na trama, Beltrão é um funcionário de um fundo multimercados de ponta, prestes a se aposentar. Lidando diariamente com profundas frustrações, tem como única companheira uma IA (Inteligência Artificial), a quem chama de Úrsula. Certa manhã, chega em sua casa uma “Mystery Box”, ou “Caixa Misteriosa”, comprada provavelmente durante uma das muitas madrugadas atravessadas pela insônia. Ao abrir a caixa, Beltrão encontra alguns objetos desgastados – mapas, o diário de um aviador e uma antiga fita VHS. O conteúdo da caixa acaba trazendo à tona poderosas memórias soterradas pela necessidade da sobrevivência, desorganizando de forma irreversível a infeliz rotina de Beltrão.

Até 11 de outubro. Domingos, segundas e terças-feiras, sempre às 20h. R$ 10 (inteira) e R$5 (meia-entrada). Espaço Pyndorama – Rua São Domingos, 224, Bela Vista

 

EXPOSIÇÃO


SNOOPY E SUA TURMA

Até o dia 2 de outubro, os fãs do beagle mais amado do mundo poderão conferir a exposição gratuita do “Snoopy e sua Turma” no Cantareira Norte Shopping. A proposta é envolver e encantar os visitantes levando-os a relembrarem as histórias desse clássico que fez parte da vida de muitas famílias. Um dos destaques da mostra é a réplica do Snoopy em tamanho gigante, para o público fotografar e tornar o passeio memorável. A banca psiquiátrica da Lucy e a famosa casinha vermelha do Snoopy estão em forma de cenários instagramáveis, onde os visitantes poderão reviver as clássicas cenas dos cartoons, inclusive na companhia dos próprios pets. Isso porque o evento também é pet friendly. A exposição também apresenta uma programação especial com atrações como: painéis com brincadeiras, totem de realidade aumentada com stickers, dicas para cuidar dos animais de estimação e painéis com informações e curiosidades sobre os personagens de toda turma.

Até 02 de outubro. Todos os dias das 10h às 22h. Oficinas infantis aos sábados e domingos das 13h às 21h. Entrada gratuita às quartas-feiras. Cantareira Norte Shopping - Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, 11.001



O CIRCO MODERNISTA

A terceira temporada da exposição itinerante O Circo Modernista, está em cartaz do Centro Cultural Tendal da Lapa. A mostra traça um panorama dos movimentos artísticos de vanguarda no início do século XX em sua aproximação com o circo. A exposição também oferece um zoom no modo de produção circense ao focar a trajetória das famílias Pereira, Pinto, Queirolo e Seyssel. Essas famílias, na década de 1920, eram responsáveis pelos dois mais importantes Circos Pavilhões, como eram chamados os circos fixos, na cidade de São Paulo. Enquanto a Família Queirolo administrava seu próprio circo, as famílias Pinto, Pereira e Seyssel se reuniram no Circo Alcebíades, armado no Largo do Paissandu, em histórica temporada ocorrida entre 1925 e início de 1929. A história dessas quatro famílias, em suas várias gerações, se entrelaça com a do circo da cidade de São Paulo e do próprio país. Autênticas representantes de um modo de produção circense tipicamente brasileiro, que tem no palhaço seu principal artista, essas famílias tornaram-se dinastias de palhaços.

Até 17 de dezembro de 2022. Terça à sexta, das 09h às 20h. Sábado, das 09h às 16h. Gratuito. Centro Cultural Tendal da Lapa - Rua Guaicurus, 1100 - Água Branca

 

PASSEIO


BAZAR DA CIDADE

A Casa Museu Ema Klabin recebe, em seu jardim projetado por Roberto Burle Marx, a segunda edição do Bazar da Cidade, dando continuidade à parceria que prevê a realização de uma edição por mês até dezembro. Em agosto, na primeira edição, quase 2,5 mil pessoas estiveram na casa museu conferindo os produtos autorais do Bazar: roupas, acessórios, artigos de design, decoração e arte. O Bazar valoriza pequenos produtores, artesãos, povos indígenas e refugiados e sua segunda edição conta com mais de 50 expositores de diversas regiões do Brasil que foram selecionados por curadoria especializada. A cada edição, novos expositores se unem a outros que há anos participam do evento. O saxofonista Marco Melito apresenta seu repertório que passeia pelo jazz instrumental contemporâneo nos dois dias do evento. No sábado, 24, às 16h e 17h30 e no domingo, 25, às 15h e às 16h30.


Além do Bazar, o público poderá visitar a exposição ReviraVolta, com curadoria de Paulo de Freitas Costa, que será aberta no sábado, 24, e apreciar obras importantes que nunca foram expostas, além de ver partes da coleção reposicionadas pelos ambientes da casa museu. Gravuras raras, como a litogravura Fauno Músico N.3, de um dos mais importantes artistas do século XX, o espanhol Pablo Picasso, serão expostas. Além da gravura As Tábuas de Moisés (séc. XX) da artista Isabel Pons e as gravuras Enterrar y Callar e Caridad da série Os Desastres da Guerra (c.1810) de Francisco de Goya, entre outras.

Dias 24 e 25 de setembro. Sábado, das 11h às 20h. Domingo, das 11h às 18h. Casa Museu Ema Klabin - Rua Portugal, 43 – Jardim Europa


MERCADO MEDIEVAL

O evento realizado pela Cervejaria Tarantino propõe uma imersão no mundo fantasioso da Idade Média neste domingo, das 12h às 20h. O passeio pra lá de divertido tem feirinha de produtos artesanais inspirados nesse universo, comidinhas, hidromel, combates de cavaleiros e vikings, desafio do chopp, tour dentro da fábrica, premiações para as melhores fantasias, dança e muito mais. Quem comanda a música ao vivo são as bandas Taberna Folk e Eldhrimnir.

Dia 25 de setembro. Domingo, das 12h às 20h. Ingressos até R$47. Cervejaria Tarantino – Rua Miguel Nelson Bechara, 316, Limão

 

GASTRONOMIA


FESTIVAL GASTRONÔMICO NORDESTINO

O CTN – Centro de Tradições Nordestinas recebe mais uma edição do Festival Gastronômico Nordestino, que serve mais de 20 opções de pratos, vendidos por apenas R$15. É possível provar delícias como bolinho de galinha caipira, purê de banana da terra com camarão recheado, petisco de cabrito, pastel de carne seca com queijo, sarapatel, moqueca de banana da terra, cocada cremosa, brigadeiro trufado, cartola, sorvete de cupuaçu e açaí. Claro que não podem faltar drinks como capeta de milho verde e a caipirinha de rapadura com limão. E ainda rolam por lá shows, oficinas e outras atrações. Consulte a programação aqui.

Dias 24 e 25 de setembro. Sábados e domingos, das 11h às 22h. Entrada gratuita. CTN – Centro de Tradições Nordestinas – Rua Jacofer, 615, Limão

 

MÚSICA


BOURBON STREET FEST

O animado festival de jazz chega a sua 18ª edição com shows gratuitos no Parque Burle Max. No line up do festival estão Donald Harrison, Kevin Gullage & The Blues Groovers, Koko Jean Davis, , Dwayne Dopsie & The Zydeco Hellraisers, Orleans Street Jazz Band, Leroy Jones Quintet, Corey Henry & Treme Funket, Torres Jazz Trio, Favela Brass, New Orleans Piano Night com Luciano Leães, Maestro Marcelo Torres Septeto e DJ Crizz comandando a abertura dos palcos na casa e no parque. Mantendo a tradição o festival irá destinar uma área especial na tarde de shows no Parque Burle Marx ao ar livre, para 100 crianças e adolescentes da periferia, que estudam música ou tocam algum instrumento.

Favela Brass – atração especial. Uma participação expressiva no festival é a do grupo Favela Brass, oriundo de um bem-sucedido projeto carioca que selecionou 13 promissores adolescentes das comunidades carentes para uma formação com metais no melhor estilo da música de New Orleans.


Programação completa aqui!

Dias 24 e 25 de setembro. Sábados e domingos, a partir das 12h30. Entrada gratuita. Parque Burle Burle Marx: Av. Dona Helena Pereira de Moraes, 200 – Vila Andrade

Comments


bottom of page