top of page
Buscar

Parque Villa-Lobos celebra 33 anos

De área degradada a espaço de convivência, parque oferece estrutura completa de esporte e lazer aos visitantes

Imagem: Divulgação


O Parque Villa-Lobos completa 33 anos de existência agora, no mês de abril. O espaço de 732 mil m² abriga uma área completa de esporte e lazer, com 18 equipamentos para uso ao ar livre: 7 quadras de tênis, 4 de basquete 3x3, 1 de basquete comum, 1 de vôlei, 2 de vôlei de areia, 1 campo de futebol de areia e 2 quadras de futsal. O visitante encontra também espaços com playground, aparelhos de ginástica, pista de cooper, tabelas de street basketball.


Para quem gosta de apreciar a natureza, uma opção dentro do parque é conhecer o bosque com espécies nativas de Mata Atlântica. Destaque também é o Circuito das Árvores, uma passarela elevada que, no ponto mais alto, chega a ter 3,5 mt de altura, e 120 mt de extensão. Durante o passeio, é possível ver árvores e aves de diversas espécies. Há também um espaço ao ar livre conhecido por Ouvillas, com espreguiçadeiras e bancos para ouvir os clássicos do compositor Heitor Villa-Lobos, homenageado com o nome do espaço.


Outros atrativos são o Orquidário Ruth Cardoso e a Biblioteca Villa-Lobos, que foi escolhida entre as cinco finalistas de melhor Biblioteca pela IFLA / Unesco, em 2018. O espaço abriga ainda um anfiteatro aberto com 750 lugares, para shows. Já passaram pelo Villa-Lobos eventos e artistas como Cirque du Soleil, Rock Sprit, São Paulo Fashion Week, BB Seguros Blues e Jazz Festival e Verão Cartoon Network, entre outros.


Antes de se tornar parque, o espaço onde está localizado o Villa-Lobos era um de depósito de resíduos de construção e materiais dragados do rio Pinheiros e se tornou um exemplo de recuperação ambiental em área urbana. Por conta das restrições da pandemia da Covid-19, não haverá programação para celebrar a data.

Comentários


bottom of page