top of page
Buscar

Onde encontramos Deus?

Por Padre Ezequiel Dal Pozzo


Foto: Wirestock

Muitas pessoas perguntam onde poderiam encontrar Deus. Elas anseiam por Deus. O que se deve dizer a uma pessoa que anseia por Deus, mas simplesmente não percebe Deus na realidade? Nós poderíamos pensar em alguns caminhos. O primeiro caminho poderia ser o seguinte, olhe para dentro de si. Olhando para dentro de si, você vai encontrar os seus pensamentos, os sentimentos, a raiva, o medo, a inveja, o ciúme, os sentimentos de culpa e a sensação de que algo na sua vida não está certo. Entre cada vez mais profundamente em seus pensamentos, até que alcance o fundo de sua alma. Talvez você se pergunte, onde está o fundo da alma? Você pode senti-lo lá, onde tudo o que está em você é silencioso, onde tem o sentimento de ter alcançado um fundo em sua alma, além do qual é impossível ir. Lá, você tenta descansar e pensar que nesse lugar silencioso você alcançou finalmente o fundamento do ser, Deus. Não posso imaginar Deus, mas eu o sinto como fundamento de tudo. Um segundo caminho seria colocar as suas mãos sobre o seu peito e sinta o calor que surge nas mãos vindo dele. Sinta o anseio que emerge em você a partir desse calor. Talvez seja o anseio pelo amor, pelo repouso, pela felicidade, pela paz, pela satisfação. Esse anseio você pode sentir. No anseio por Deus, ele está presente. Sinta o rastro de Deus no seu anseio. Você não pode sentir Deus diretamente, mas pode perceber o rastro dele em seu coração. Confie nesse rastro no qual você toca um pouco Deus. Um terceiro caminho é o seguinte: olhe para a natureza, observe as flores; o que você vê nelas? Você vê somente um prado colorido ou vê a beleza simplesmente? O que é a beleza? O que é a vida? Sinta a profundidade da natureza. Assim você entra em contato com uma vivacidade que penetra todas as coisas, com o Espírito Divino que preenche toda a natureza. Na natureza, você toca o intocável, na natureza, você vê o invisível, ouve o inaudível, o intocável, o invisível, o inaudível é Deus. Outro caminho é ouvir uma música, uma música boa que fale de Deus, que fale do amor. Quando você se deixa tocar realmente pela música, intui algo que é maior do que você mesmo, então tem uma intuição de Deus. Nessa melodia o amor é audível, nela o amor humano se funde com o amor divino. Quando você vai até o fundo do amor, toca por meio do seu amor humano com toda a paixão o amor de Deus. Eu desejo a você, caro leitor, que você consiga fazer esse processo de escuta, de abertura para o mistério.





Padre Ezequiel Dal Pozzo é graduado em Filosofia e Teologia e mestre em Teologia Sistemática e acredita que a música tem poder de formar o espírito. Por meio de suas músicas e textos, busca ajudar as pessoas a encontrarem o verdadeiro sentido da vida. (contato@padreezequiel.com.br)


Comments


bottom of page