top of page
Buscar

O vendedor de sonhos

Por Fernando Jorge


Foto: Olly18

Minha amiga há mais de sessenta anos, não se casou e vive sozinha numa casa modesta. Um dia apareceu na porta de sua casa um vendedor, que disse a ela:

– Sou vendedor de sonhos. Quer comprar um? O preço é barato.


A minha amiga perguntou:

– O senhor vende que tipo de sonhos?

– Sonhos de amor.


E explicou:

– Sou dotado de um poder estranho, desde menino. Faço uma pessoa adormecer e logo mergulhar no sonho que foi pedido.


A minha amiga declarou:

– Nunca encontrei um homem que me amasse. Pode fazer um homem me amar e eu amar ele num sonho?

– Posso – respondeu o vendedor de sonhos.


A minha amiga o introduziu na casa, sentou-se na frente dele, e o vendedor de sonhos a fez adormecer profundamente, em poucos minutos. E ela sonhou. Foi um sonho lindo. Nesse sonho um rapaz e ela se sentiam totalmente felizes, alegres, realizados.


O sonho durou mais de uma hora e quando a minha amiga acordou se pôs a chorar. Chorou muito, dizendo:

– Ah, meu Deus! Foi apenas um sonho, nada mais!


O vendedor de sonhos explicou:

– Não foi apenas um sonho, foi também uma realidade, porque os sonhos também são realidade.




Fernando Jorge é jornalista, escritor, dicionarista e enciclopedista brasileiro. Autor de várias obras biográficas e históricas que lhe renderam alguns prêmios como o Prêmio Jabuti de 1962. É autor do livro “Eu amo os dois”, lançado pela Editora Novo Século.


Comentários


bottom of page