top of page
Buscar

Novo Mustang Dark Horse traz motor V8 de 500 cv

Por Vito Zanella


A Ford revelou mais detalhes do novo Mustang 2024 de sétima geração, que começa a ser vendido nos EUA no segundo semestre de 2023, com avanços na potência e na tecnologia. O destaque é o inédito Mustang Dark Horse, primeira série de alto desempenho da linha em 21 anos, desde o lançamento do Mustang Bullitt em 2001. Edição não-Shelby mais potente de todos os tempos, o Mustang Dark Horse é equipado com um motor Coyote V8 5.0 de quarta geração com 500 cv de potência e 57,8 kgfm de torque, especialmente projetado para ser uma nova referência em desempenho, tanto nas ruas como nas pistas.


Desenvolvido pela Ford Performance, o novo motor Coyote é o V8 naturalmente aspirado mais potente da história. Suas atualizações incluem virabrequim com um sistema de balanço exclusivo e bielas forjadas – usadas pela primeira vez no Ford Mustang Shelby GT500 – para suportar o aumento da pressão nos cilindros e da velocidades dos pistões. Ele também tem acelerador de corpo duplo e eixos de comando de válvulas reforçados para garantir a durabilidade nas pistas, com operação mais próxima da linha vermelha de 7.500 rpm.


O Mustang Dark Horse tem câmbio manual de seis marchas, com a opção de automático de 10 velocidades, e um visual “sinistro” que inclui faróis escurecidos, grade em preto brilhante e o primeiro emblema do cavalo voltado para a frente. Traz também aprimoramentos na aerodinâmica, no ajuste do chassi, na suspensão e freios Brembo de seis pistões com sistema de resfriamento. Outra novidade é o sistema que permite acelerar o motor por controle remoto. Quem quiser recursos adicionais para as pistas pode optar pelo pacote “Performance Pack”, com diferencial traseiro Torsen, suspensão ativa MagneRide e rodas e pneus traseiros mais largos, além do “Performance Electronic Parking Brake”, freio eletrônico inédito que libera a capacidade de derrapagem traseira do Mustang para “drift”.

Fiat confirma nova picape média para este ano


Com uma longa história de mais de 20 anos e muita tradição no segmento de picapes, a Fiat oferece atualmente no Brasil a Strada e a Toro, que estreou o conceito de Sport Utility Pick-up (SUP). Agora, a marca confirma sua terceira picape para o país. O início da comercialização do novo modelo do segmento de D-picapes (média) será no segundo semestre deste ano. Atualmente, o veículo está em fase final de desenvolvimento nos Centros Técnicos de Engenharia da Stellantis no Polo Automotivo em Betim (MG).


A chegada desse novo modelo completará o portfólio de picapes da marca. Assim, a Fiat passará a cobrir o segmento quase em sua totalidade. Esse é o segundo segmento que mais cresce no mercado brasileiro e, segundo a marca italiana, ela já vendeu mais de 2,1 milhões de veículos com caçamba no Brasil (quase 2,5 milhões na América do Sul). Nessa categoria tão importante, as picapes médias (D) representam quase 40% de todo o segmento.



Vito Zanella é jornalista e já passou pela redação de diversos jornais de São Paulo. Atuou como editor de algumas revistas e jornais especializados em automóveis, como Hot Motors, Autos & Afins (do MetroNews), Jornal Farol Autos e Bus Magazine, entre outros.

Comments


bottom of page