Buscar
  • Redação JBA

Endocrinologista dá dicas de como perder peso com saúde

Emagrecer é um desejo de grande parte das pessoas, mas a missão nem sempre é fácil. Já é sabido que a obesidade causa inúmeras doenças como diabetes, hipertensão, inclusive alguns tipos de câncer. Durante a pandemia, indivíduos obesos foram enquadrados nos grupos de risco para os casos mais graves e letais do coronavírus.

A médica endocrinologista Isabela de Mendonça Vaz Moraesalgumas dicas que podem auxiliar neste processo. Segundo ela, não existe uma fórmula mágica e o tratamento muitas vezes precisa ser feito por uma equipe multidisciplinar.


‘”A obesidade é uma doença crônica e é um importante fator de risco para doenças cardiovasculares, como infarto agudo de miocárdio e acidente vascular cerebral. Tratar a obesidade visa, além da melhora de qualidade de vida e bem-estar, mas principalmente a prevenção de doenças ou agravamento de doenças já existentes”, ressalta a médica.


Mas como perder peso com saúde, sem buscar dietas mirabolantes e milagrosas?


O paciente é a peça chave mais importante no tratamento, e é necessário que, junto com o profissional de saúde, ele identifique os erros e tome a decisão de fazer mudanças no estilo de vida, como exemplifica a endocrinologista:

- Ao preparar sua comida, escolha sempre alimentos in natura e fuja dos alimentos industrializados. 'Desembrulhe menos e descasque mais'


- A salada (quanto mais colorida melhor) é uma excelente opção antes das refeições principais, pois promove a saciedade e incrementa o consumo de fibras, desta forma você comerá menos no prato principal.

- Não faça suas refeições assistindo televisão ou olhando computador. Preste bem atenção ao que você está comendo. Busque receitas novas que privilegiem legumes, verduras e frutas. Mastigue devagar, para que o cérebro receba a mensagem que que seu estomago está satisfeito.


- Beba aproximadamente 2 litros de água por dia. Evite o consumo de líquidos durantes as refeições. Beba agua até 30 minutos antes ou até 1 hora após as refeições.


- Procure substituir alimentos com farinha branca, por farinha integral ou mesmo legumes. Exemplo: experimente um macarrão de abobrinha ou palmito pupunha. Você vai se surpreender com o resultado e irá saborear alimentos muito menos calórico e com menor índice glicêmico, além de excelentes fontes de fibras e vitaminas.


- Mexa-se o máximo possível. Não consegue tempo para fazer exercício? Programe seu relógio para que não fique sentado por mais de meia hora. Levante-se e pegue um copo de água. Ande pelo menos 30 minutos por dia e, aos poucos, vá aumentando este tempo.


- Substitua a fritura por assado, doce por frutas, bebida alcoólica por um suco de limão com gengibre. Prefira comer a fruta (que terá mais fibras e vitaminas) a tomar o suco (mesmo natural sem açúcar). O mesmo vale para refrigerante, que deve ser eliminado de sua dieta.


- Sabe aquela hora que dá vontade comer doce? Tente substituir por uma banana assada com canela


- Trocar salgadinhos de saquinho por uma porção de oleaginosas (amêndoa, castanha ou nozes) além de mais saudável, vai ajudar na prevenção do câncer de intestino, mas cuidado com as quantidades, que nesse caso das oleaginosas apesar de muito saudável contém alto valor energético.


Por fim, a médica Isabela de Mendonça Vaz Moraes reforça que antes de começar o tratamento para perda de peso, a pessoa deve consultar seu médico para realizar exame clínico e também avaliação de exames laboratoriais, que serão capazes de detectar alterações hormonais ou alterações do metabolismo dos açúcares e gorduras.

242 visualizações0 comentário