Buscar

Em tempos de pandemia, a colaboração é fundamental

Atualizado: Jan 15

Por Coronel Camilo


O Natal e Ano Novo, festas tradicionalmente celebradas com os familiares, sofreram modificações: as pessoas se viram ‘obrigadas’ a se afastar de quem mais amam para evitar a contaminação pelo coronavírus. Não foi fácil, principalmente para os idosos, que são do grupo de risco, e ficaram mais isolados para preservarem a saúde. Também precisamos pensar que tudo isso não foi em vão.


É notório que 2020 ficará marcado na história como um ano de adaptações. Tudo mudou e as situações corriqueiras, como ir ao mercado ou a um restaurante que tanto gostamos, exigiram maior atenção, principalmente na questão de higiene e limpeza dos itens a serem adquiridos naquele momento. As máscaras viraram um item obrigatório entre a população e o distanciamento prevaleceu. As empresas, na grande maioria, optaram pelo trabalho remoto a fim de preservar seus funcionários. Praias chegaram a ser fechadas para conter aglomerações.


Quando poderíamos imaginar tantas alterações de vida impostas pela doença? Mas é assim que precisamos continuar, sem descuidos, para vencermos a pandemia juntos.


A resiliência faz parte deste momento e vem nos proporcionar a capacidade de lidar com problemas, enfrentar e aceitar mudanças, superar obstáculos e aguentar pressões no dia a dia. Vivemos um período em que a compaixão por todos pode ficar mais evidente. Ajudar as pessoas é um gesto único. Quando doamos um pouco do nosso tempo para auxiliar o próximo acaba sendo gratificante.


No caso da Polícia Militar e dos tantos profissionais que estão na linha de frente, essa ajuda acaba sendo uma prática diária e com um bom desfecho. Na véspera de Natal, os soldados Baroni e Camargo, da Polícia Rodoviária, se depararam com uma ocorrência delicada de um bebê que estava engasgado nos braços da mãe, na cidade de Morro Agudo. Como são treinados também para esse tipo de atendimento, conseguiram salvá-la. Dias depois, os PMs foram visitar os pais da criança e verificar se estava tudo bem com a família.


Recentemente, em São Bernardo do Campo, policiais estavam em uma base quando foram procurados por um casal. A mulher estava com recém-nascido nos braços pedindo socorro. O filho tinha parado de respirar após um engasgo. Imediatamente, o sargento Nicolai realizou uma técnica que limpa as vias aéreas e o bebê expeliu a substância.


São inúmeros os casos de ajuda que temos visto. É desta forma que podemos elevar o que há de mais positivo do coletivo. Sem a compaixão será cada vez mais complicado enfrentarmos esse momento tão grave na saúde. É hora de nos unirmos, e não nos separarmos. Vamos em frente!


Coronel Camilo é secretário-executivo da Polícia Militar. É formado em Administração de empresas pelo Mackenzie, com bacharelado em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul e pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIAP e em Gestão de Segurança Pública pela Secretaria Nacional de Segurança Pública.

4 visualizações0 comentário

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br