top of page
Buscar

“Desfazenda – Me enterrem fora desse lugar” fica em cartaz em janeiro no Sesc Avenida Paulista

Uma das mais importantes montagens surgidas durante a pandemia, premiada pela APCA como melhor espetáculo online de 2021, “Desfazenda - Me Enterrem Fora Desse Lugar”, do coletivo de teatro negro O Bonde, faz temporada no Sesc Avenida Paulista, até 15 de janeiro de 2023. Os ingressos custam de R$ 9,00 a R$ 30,00.

Imagem: José de Holanda

“Desfazenda – Me Enterrem Fora Desse Lugar” tem direção de Roberta Estrela D’Alva e dramaturgia de Lucas Moura, baseada no texto original "Como criar um corpo negro sem órgãos". São variados os ineditismos desta montagem. É a primeira direção da Roberta fora do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos - coletivo que criou uma linguagem própria, o teatro hip-hop - e, com este espetáculo, O Bonde inicia sua trajetória no teatro adulto, visto que foi com um prestigiado infantil-preto, “Quando eu morrer, vou contar tudo a Deus”, de Maria SHu e direção de Ícaro Rodrigues que a companhia foi (re)conhecida em sua trajetória.


Em cena, a história das personagens 12, 13, 23 e 40, quatro pessoas pretas salvas da guerra por um padre branco quando crianças. Desde então, vivem na fazenda deste Padre, cuidando das tarefas diárias, supervisionadas por Zero, figura enigmática, central e onipresente, mas sempre ausente. O Padre nunca sai da capela, a guerra nunca atingiu a Fazenda e quando os porquês são questionados, o sino toca e então é hora da oração ou do trabalho. Até que um estranho vulto chega à Fazenda e muda os ventos, o mudo silêncio é quebrado e de dentro da capela o segredo é revelado.


Desfazenda - Me Enterrem Fora Desse Lugar é livremente inspirado em uma história real, descrita no documentário “Menino 23 - Infâncias perdidas no Brasil”, de Belisario Franca, que parte da descoberta de tijolos marcados com suásticas nazistas em uma fazenda no interior de São Paulo.

Comments


bottom of page