top of page
Buscar

A minha lista de sete tipos de sogras

Por Fernando Jorge


Foto: Elnur/depositphotos

As minhas crônicas sobre os sete tipos de mentirosos e a outra, sobre os sete tipos de maridos, fizeram a minha pessoa receber grande número de mensagens dos meus prezados leitores e leitoras.


Em dezenas de mensagens recebidas há esta pergunta: se eu também posso escrever uma crônica sobre sete tipos de sogras. Respondo aqui, posso sim. E consigo fazer isto por causa dos relatos de casais amigos, ouvidos ao longo do transcorrer da minha vida. Portanto aí vai a lista dos sete tipos de sogras.


(I) A sogra amável, gentil, sorridente, bem-humorada, bem-educada. Um encanto de pessoa.


(II) A sogra ótima cozinheira, que sabe preparar qualquer prato, uma boa feijoada, uma excelente macarronada, uma salada, uma porção de pratos terminados em ada, e até uma deliciosa bananada.


(III) Sogra incompreendida pelo seu genro e injustamente odiada por ele. E por quê? Porque ela não aceita, frequentes vezes, a brutalidade do genro diante da filha.


(IV) A sogra que o genro ama mais, muito mais, que a filha dela. Por quê? Porque a filha, esposa dele, é bruta, estupida, agressiva.


(V) Sogra fofoqueira. É a que não para de falar de outros casais, com a sua língua comprida.


(VI) Sogra vaidosa, assanhada, louca por bailes, festas, comemorações.


(VII) Sogras românticas, que gostam de ver telenovelas e ler livros como romances com histórias de amor, sogras que embora viúvas, sonham se casar outra vez, mas com um homem também romântico...


Pare, Fernando Jorge, pare, você é um linguarudo!




Fernando Jorge é jornalista, escritor, dicionarista e enciclopedista brasileiro. Autor de várias obras biográficas e históricas que lhe renderam alguns prêmios como o Prêmio Jabuti de 1962. É autor do livro “Eu amo os dois”, lançado pela Editora Novo Século.



Comments


bottom of page