Buscar
  • Redação JBA

Vídeo sobre os riscos do excesso de velocidade com foco nos motociclistas

Vídeo chama a atenção para os riscos do excesso de velocidade com foco nos motociclistas. Ocorrências em veículos de duas rodas correspondem a 43% dos atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito na cidade de São Paulo

Imagem: Reprodução

As secretarias municipais da Saúde (SMS) e de Mobilidade e Transpotes (SMT) lançaram uma campanha sobre a segurança dos motociclistas no trânsito. Protagonizada pelo condutor de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Jorge Kolenyak, 48 anos, e pelo motoboy Henryque Martins Kolenyak, 24 anos, a produção é focada na prevenção de acidentes por excesso de velocidade, especialmente com entregadores de aplicativo, que estão entre os profissionais mais requisitados durante a pandemia.


Pai e filho, Jorge e Henryque ocupam posições opostas nas ruas da capital. Enquanto o condutor de ambulâncias ajuda a prestar socorro rápido às vítimas, o motoboy trabalha usando a velocidade, muitas vezes arriscada, para conseguir realizar mais entregas e sustentar a esposa, Kailaine Rodrigues, 17, e a filha, Helena Rodrigues, um ano e cinco meses.

“As pessoas sempre falam quando acontecem esses acidentes: ‘podia ser seu filho’. No meu caso, realmente podia. Por isso, nós ficamos apreensivos e isso intensifica mais ainda a minha missão no SAMU, porque estou trabalhando também para proteger a minha família”, conta Jorge.


Ele tem razão em sua preocupação: a cada 90 minutos, o SAMU realiza um atendimento de acidente de trânsito envolvendo bicicleta ou moto na capital paulista. Além disso, os acidentes em veículos de duas rodas já correspondem a 43% das ocorrências com vítimas de acidentes de trânsito atendidos na cidade de São Paulo.


Em fevereiro de 2021, os acidentes de trânsito foram a sexta maior causa de chamados do SAMU, com 1.001 atendimentos. Deste total, 434 acidentes envolveram bicicletas e motocicletas. Os números são ainda mais impressionantes quando se verifica que no mesmo período em 2020 foram 210 ocorrências deste tipo, ou seja, um aumento de mais de 206%.


Para conferir a campanha é só acessar https://youtu.be/Vf0R10Qm9ks

0 visualização0 comentário