top of page
Buscar

Smart Sampa: milhares de câmeras para cuidar da cidade

Por Coronel Camilo


Foto: Kaique Rocha/Pexels

O Smart Sampa chega à cidade de São Paulo! Inicialmente, serão 20 mil câmeras inteligentes, com tecnologia de ponta, incluindo Leitores Automático de Placas (LPA), biometria facial (reconhecimento facial) e outras funcionalidades que permitirão não só o monitoramento da cidade, mas a integração com vários outros serviços, como por exemplo, integrar as ações da CET, SPTrans, CPTM, Metrô, SAMU, além da Guarda Civil Metropolitana e das Polícias Militar e Civil, por meio de uma moderna e inteligente Central de Monitoramento.


Muitas inovações tecnológicas surgiram e aumentaram exponencialmente o alcance das ações do poder público. Podemos citar o Detecta, plataforma situacional da Segurança Pública; as bodycams, câmeras corporais utilizadas pela polícia; o City Câmeras, ferramenta para detectar, prevenir e reagir a situações de emergência, que será substituído pelo Smart Sampa; monitoramento no Metrô e na CPTM para identificar e agir em situações de emergência; isso sem falar nas utilizadas no mundo privado.


Agora chega o Smart Sampa, para agregar mais valor aos sistemas existentes, possibilitando integração a esse legado e ainda manter o conceito do substituído City Câmeras, ou seja, permitir a participação do cidadão, das empresas privadas e concessionárias, podendo assim chegar, em pouco tempo, a 40 mil câmeras, dobrando a capacidade da solução contratada. Todo esse aparato gera um efeito preventivo por si só, como bem fala o Secretário Adjunto de Segurança Urbana, Júnior Fagotti.


A biometria facial, uma das funcionalidades da solução adquirida, vai possibilitar um importante ganho na localização de pessoas desaparecidas, que não são poucas, chegando a 57 por dia em São Paulo (SSP, 2023). As câmeras instaladas por toda a cidade, farão a identificação automática, checando com banco de dados de desaparecidos e avisando a Guarda Civil Metropolitana ou a Polícia Militar para providências. Poderá, da mesma forma, com a futura integração com a polícia, identificar pessoas procuradas pela Justiça.


A contratação da solução Smart Sampa foi feita no último dia 07 de agosto, a previsão é de que, em até 60 dias, teremos as primeiras 200 câmeras instaladas e funcionando na Capital. E a partir daí, serão instaladas gradativamente pela cidade até atingir o total das 20 mil contratadas. A central de monitoramento será instalada no Prédio do Palácio dos Correios, no Vale do Anhangabaú, edifício histórico onde funcionava a sede da empresa dos Correios em São Paulo.


Acerta o Prefeito Ricardo Nunes, ganha a Secretaria de Segurança Urbana, ganha o poder público, que tornará suas ações mais ágeis e assertivas direcionadas pelas câmeras, mas ganha mesmo o cidadão de São Paulo, que terá mais segurança e qualidade de vida na cidade.



Coronel Camilo é formado em Administração de Empresas pelo Mackenzie, com bacharelado em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul e pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIAP e em Gestão de Segurança Pública pela Secretaria Nacional de Segurança Pública.


Comentarios


bottom of page