top of page
Buscar

Seleção mantém invencibilidade e estabelece um novo recorde

Por Roberto Maia


Jogar na altitude de La Paz, na Bolívia, é sempre um problema. Mas a seleção brasileira enfrentou muito bem os 3.600 metros e de quebra goleou a seleção local por 4 a 0, em jogo realizado no dia 29 e válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022. A estratégia da comissão técnica foi ficar concentrada na cidade de Cochabamba, que está no nível do mar, e viajar para a capital boliviana apenas duas horas antes do jogo. Tite também levou a campo vários jogadores jovens que apesar das dificuldades deram conta do recado.


Com a vitória a nossa seleção, que é líder e invicta, chegou aos 45 pontos, batendo o recorde da competição, que pertencia à Argentina com 43 pontos conquistados nas Eliminatórias para a Copa de 2002. Foram 17 jogos com 14 vitórias e três empates, além de 40 gols marcados e apenas cinco sofridos. Importante lembrar que ainda há um jogo pendente contra o selecionado argentino por causa da suspensão da partida que começou, mas logo foi interrompida na Neo Química Arena, em São Paulo.


Durante o jogo contra os bolivianos os jovens brasileiros inteligentemente tocavam a bola para manter o ritmo lento do jogo e, assim, evitar o desgaste causado pela altitude. Deu certo. Aos poucos foi envolvendo os adversários até que aos 23 minutos do primeiro tempo Bruno Guimarães limpou a marcação e passou a bola para Lucas Paquetá abrir o placar. O segundo gol saiu aos 44 minutos com Richarlison.

Com a vitória sobre a Bolívia a seleção brasileira chegou aos 45 pontos, batendo o recorde da competição. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

No segundo temo a Bolívia tentou acelerar o jogo e construiu várias oportunidades para marcar. Não conseguiram por sorte e ótimas intervenções de Alisson.


Vale ressaltar que, apesar dos 38 anos de idade, Daniel Alves parecia não sentir os efeitos da altitude e comandava o time em campo. E o veterano quase marcou o dele ao em um chute de fora da área logo no início do segundo tempo do jogo.


O terceiro gol brasileiro foi marcado por Bruno Guimarães em um lindo chute de primeira. O volante brasileiro fez um ótimo jogo e certamente garantiu sua ida à Copa. Outro jovem que aproveitou a oportunidade dada por Tite foi Gabriel Martinelli, atacante que joga no Arsenal da Inglaterra. Ele teve duas oportunidades de marcar e por pouco não conseguiu.


Com 3 a 0, Tite fez substituições para manter o fôlego do time e colocou em campo Guilherme Arana, Arthur e Rodrygo e aos 45 minutos Richarlison fechou o placar: 4 a 0.


Após o jogo o treinador elogiou o desempenho dos jogadores brasileiros na altitude de La Paz, mesmo quando promove alterações significativas na escalação. "É muito difícil o desempenho que tivemos jogando contra a qualidade da Bolívia e aqui em La Paz. Qualquer expectativa que pudesse colocar em cima de todo esse desempenho, em termo de análise qualitativa e quantitativa, vir para cá com tamanhas adversidades e fazer um placar tão elástico, com número de finalizações importante, mantendo nível, alternando sem perder o modelo", afirmou o treinador brasileiro.

Com excelente desempenho, Bruno Guimarães comemora o terceiro gol do Brasil contra a Bolívia. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Roberto Maia é jornalista, cronista esportivo e editor do portal travelpedia.com.br


コメント


bottom of page