Buscar
  • Redação JBA

Secretaria Municipal da Saúde entrega 198 computadores ao Samu

Até 2023, todos os equipamentos da rede municipal de saúde serão modernizados com computadores de última geração

Prefeitura de São Paulo

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação (DTIC), entregou 198 computadores para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na manhã desta quarta-feira (22). Com isso, serão substituídos 100% dos equipamentos de informática da central de regulação, da sede administrativa e da frota do Samu.


Segundo o prefeito Ricardo Nunes, o Samu tem reduzido o tempo para o atendimento dos chamados. “Por conta disso, uma série de investimentos foram necessários. Hoje estamos entregando os novos computadores. Também temos novas viaturas para atender, por exemplo, obesos mórbidos. Estamos melhorando a qualidade e reduzindo o tempo de atendimento”, disse.


Esses são os primeiros equipamentos disponibilizados à rede municipal. A previsão é que, até 2023, sejam entregues cerca de 3.000 computadores e 800 notebooks. A iniciativa tem como objetivo modernizar e atualizar todo parque tecnológico da Saúde e oferecer melhores condições de trabalho aos funcionários.


As entregas serão feitas por fases. Nessa primeira etapa, os lotes serão disponibilizados a serviços de urgência e emergência, que serão beneficiados com 1.500 computadores e 300 notebooks. O valor investido para o contrato de locação desse primeiro lote foi de R$ 3.574.800,00. “A entrega dessas máquinas é mais um passo fundamental em prol da melhoria da qualidade da assistência em saúde no município de São Paulo”, afirmou o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.


O diretor do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação da SMS, Felipe Soares Neves, ressaltou a importância de a administração pública facilitar o acesso à informação para os profissionais de saúde. “Hoje, grande parte dos serviços executados pelos servidores depende de alguma forma da tecnologia, como, por exemplo, os prontuários eletrônicos e os teleatendimentos. Daí, a importância de oferecer equipamentos de última geração que contribuam com as atividades que estão em curso”, explicou.