top of page
Buscar

Prefeitura promove Dia D de combate à dengue neste sábado (3)


A Prefeitura de São Paulo promove neste próximo sábado (3), o Dia D de combate à dengue em toda a capital. As 471 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estarão abertas das 8h às 17h. A iniciativa visa intensificar as ações de eliminação dos focos de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. A força-tarefa contra o mosquito transmissor da dengue está sendo organizada pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Como parte da estratégia, os agentes de combate às endemias (ACEs) das 28 Unidades de Vigilância em Saúde (Uvis) e os agentes comunitários de saúde (ACSs) e da capital realizarão ações de controle casa a casa, com bloqueios de criadouros, identificação de pontos de água parada e outros focos de reprodução do mosquito, orientações sobre prevenção e cuidados, inspeção de imóveis especiais e pontos estratégicos, a exemplo de ferros-velhos, oficinas de desmanche de veículos, borracharias, cemitérios, entre outros.

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade estarão abertas para o atendimento aos pacientes que apresentarem sintomas da dengue, como febre alta, dores no corpo e articulações, dor atrás dos olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo. As unidades estão abastecidas com testes rápidos para a doença. Os cidadãos podem procurar a unidade de saúde mais próxima da sua residência na plataforma Busca Saúde, disponível no site Busca Saúde.

Ações de combate à dengue


Neste ano, já foram realizadas 306.619 mil ações de prevenção ao Aedes aegypti e, em 2023, foram 5.317.437 ações, tais como: visitas casa a casa, vistorias a imóveis e pontos estratégicos, ações de bloqueios de criadouros e nebulizações, orientações à população, entre outras atividades.

Entre os principais investimentos no enfrentamento à dengue estão a ampliação da frota de veículos para transporte dos agentes de controle de endemias com incremento de 113 minivans; aquisição de 30 novos equipamentos de nebulização veicular; chamamento de concurso público para contratação de 703 servidores para a Rede Municipal de Vigilância em Saúde; compra de 15 mil litros de inseticida para nebulização (fumacê) contra o mosquito Aedes aegypti e aquisição e distribuição de 20 mil armadilhas de autodisseminação de larvicida em todas as regiões da cidade, com histórico de maior incidência de casos da doença.

Os dados de notificações, óbitos e outros indicadores sobre dengue e chikungunya são públicos e podem ser observados na página Boletins Epidemiológicos do site da SMS: clique aqui.

Comments


bottom of page