top of page
Buscar

Prefeitura lança Programa “Meu Trampo” de empreendedorismo para jovens em situação de vulnerável

Com aulas teóricas, apoio para criação de um plano de negócios e acompanhamento de consultores por 90 dias, jovens terão oportunidade de geração de renda



A Prefeitura de São Paulo lança o projeto Meu Trampo, com a meta de capacitar 10 mil novos micros e pequenos empreendedores jovens que vivem em comunidades em situação de vulnerabilidade social.


A iniciativa é da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), em parceria com o Instituto Besouro de Fomento Social e Pesquisa, autor da metodologia By Necessity. O métodos consiste em formação para executar projetos de negócios a partir da definição de dez passos e um plano de ação: meu sonho, meu perfil, minhas possibilidades, meu negócio, minha marca, meu mercado, minhas vendas, meu time, minhas finanças e minha análise.


O prefeito avalia que “o Programa “Meu Trampo” é fundamental, principalmente no momento que vivemos. Em relação ao desemprego, São Paulo tem uma situação melhor do que no resto do país. Mesmo assim, vivemos o problema do desemprego. No caso da faixa etária dos 18 aos 24 anos, é ainda mais preocupante. Por isso, criamos o Meu Trampo e outros programas municipais. Queremos despertar a vocação para o empreendedorismo”, disse Ricardo Nunes.


Nas aulas serão abordados temas como criação de marca, desenvolvimento do produto, projeção de vendas, pesquisa de mercado, levantamento de custos, divulgação do negócio e conceitos financeiros. Ao final, os alunos terão um plano de negócios estruturado. Um dos diferenciais do Meu Trampo é que os estudantes contarão com o apoio de consultores especializados em negócios por 90 dias após o término das aulas, para que consigam colocar em prática tudo o que aprenderam, assegurando que os novos negócios se tornarão suas fontes de renda e autonomia.


A capacitação é composta por cinco aulas que serão ministradas em equipamentos públicos da cidade, especialmente em regiões com maiores índices de vulnerabilidade social. A partir do lançamento, os interessados podem se inscrever pelo site www.meutrampoeempreender.com.br e as aulas terão início ainda no primeiro trimestre de 2023. Cada turma tem 30 vagas.


“Acreditar no empreendedorismo não significa investir em soluções mágicas ou, ainda, deixar as pessoas ‘sozinhas’ para resolverem seus problemas. Trata-se de ampliar e democratizar as condições para que cada um possa desenvolver e colocar em prática os seus potenciais e ideias, além de acompanhá-los neste caminho, garantir que não irão esmorecer nos primeiros desafios”, afirma o CEO da Besouro, Vinicius Mendes Lima.


Comments


bottom of page