Buscar
  • Redação JBA

Poupatempo tem mutirão para renovar CNH em junho

Atendimentos ocorrem no dia 25 de junho nas unidades do estado; documentos solicitados a partir de agora já serão emitidos no modelo novo

Neste mês de junho é a vez dos motoristas que tiveram a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida entre março e abril de 2021 providenciarem a regularização do documento. Para ajudar os condutores que se encontram nessa situação, o Poupatempo irá promover o primeiro mutirão do mês voltado à renovação de CNH, no próximo sábado, 25 de junho.


Serão oferecidas 7,8 mil vagas distribuídas entre todos os postos do programa, que devem ser agendadas previamente pelos canais eletrônicos de forma gratuita – portal www.poupatempo.sp.gov.br, aplicativo Poupatempo Digital e totens de autoatendimento.


Os documentos que forem solicitados a partir de agora já serão emitidos no novo modelo da CNH pelo Detran.SP. Atendendo à Resolução nº 886 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a mudança altera características da identidade visual da carteira de motorista, agora em tons de verde e amarelo, e possibilita a inclusão de informações como o nome social, para quem já possui essa opção no RG, filiação afetiva e o uso do código MRZ, que permite ao condutor embarcar em terminais de autoatendimento nos aeroportos brasileiros.


Neste ano, o Poupatempo já realizou quase 1,5 milhão de atendimentos para solicitações de renovação de CNH, sendo que apenas 551 mil foram feitas presencialmente. Ao longo de todo o ano passado, 7 milhões de cidadãos deram entrada ao processo de renovação da habilitação no Poupatempo e, desse total, 4,5 milhões de solicitações (65%) foram realizadas de forma online.


Importante reforçar que a renovação simplificada deve ser feita preferencialmente de forma remota, tanto pelo Poupatempo quanto pelos canais do Detran.SP. Para isso, o motorista não precisa comparecer presencialmente em uma unidade, bastando seguir o passo a passo do atendimento online, realizar o exame médico na clínica indicada durante o processo e o novo documento chegará ao endereço de cadastro, pelos Correios.


Os motoristas que tiverem CNH nas categorias C, D ou E precisam realizar o exame toxicológico em laboratório credenciado pela Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) com antecedência, pois o laudo poderá ser solicitado durante o exame médico. O exame é válido por dois anos e meio para menores de 70 anos e tem a mesma validade da CNH para maiores de 70 anos. Outra opção é o condutor solicitar o rebaixamento de categoria, o que também pode ser feito pelos canais digitais, inclusive durante o processo de renovação simplificada.