Buscar
  • Redação JBA

Plataforma Sampa+Solidária mapeia ações de segurança alimentar na capital

Iniciativa aceita o cadastro de entidades beneficiárias que realizam ações de distribuição de alimentação para pessoas em situação de vulnerabilidade

Imagem: Prefeitura de São Paulo

Desde sua criação, no fim de março, a Plataforma Sampa+Solidária, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, que cadastra ações da Sociedade Civil para a distribuição de refeições pela cidade e reforça a gestão de atividades voltadas para a segurança alimentar de populações vulneráveis, teve um acréscimo considerável no número de entidades e pontos de distribuição cadastrados. Das 65 entidades inscritas no lançamento do programa, a ferramenta saltou para um total de 105 ações da sociedade civil, e 67 do poder público que distribuem refeições para a população que vive em situação de rua.


Entre os inscritos há entidades religiosas, ONGs, e grupos de voluntários que se reúnem, deixam suas casas, para doar refeições para a população vulnerável. Com o cadastramento a plataforma faz o georreferenciamento e coloca no mapa todos os pontos da cidade onde há oferta de comida e, com isso, oferece importantes informações para o planejamento da gestão das ações do poder público com este foco.

Além de inscrever os pontos de doação as instituições também podem se cadastrar num edital para receber insumos, como copos de água, máscaras entre outros, que complementam a doação de refeições destes grupos.


Por meio deste programa, esta semana a Secretaria de Direitos Humanos distribuiu 4.100 copos de água mineral para três entidades que distribuem comida para a população mais vulnerável da cidade.


O projeto Sampa+Solidária atua nestas duas frentes. A primeira é a Plataforma Sampa + Solidária, uma ferramenta que compila informações sobre pontos de distribuição de refeições prontas oferecidas tanto pelo poder público, quanto por instituições da sociedade civil durante o período de emergência causado pela pandemia de Covid-19. A plataforma está disponível em: sampamaissolidaria.prefeitura.sp.gov.br.


A segunda frente de atuação é a contribuição às Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que realizam ações de distribuição de alimentação pronta para pessoas em situação de vulnerabilidade. Nesta ação, o poder público municipal doa insumos às instituições para distribuição juntamente com as marmitas. Poderão participar deste credenciamento entidades sem fins lucrativos, personificadas, que realizem ações de distribuição de alimentação pronta à população socialmente vulnerável.


Para receber os insumos, as instituições deverão se credenciar conforme orientações apresentadas no site bit.ly/SampaSolidaria

1 visualização0 comentário