Buscar
  • Coronel Camilo

Pequenas atitudes fazem uma grande diferença

Por Coronel Camilo


Pequenas atitudes podem melhorar muito a relação com as pessoas e a qualidade de vida de todos. Gostaria de falar um pouco a vocês sobre a importância da participação na vida da nossa comunidade, nosso bairro, nossa cidade e como essas pequenas atitudes fazem a diferença.

A crítica é sempre mais fácil. Muitas vezes vemos pessoas, em roda de amigos ou em conversas com familiares, criticando um determinado problema da cidade, por exemplo uma luz queimada ou um vazamento de água na rua. Há sempre a ideia de que "alguém" deveria ter visto isso: "onde está a concessionária de energia que não vê que tem uma luz queimada nesta rua?", "onde está a companhia de abastecimento que não percebe esse vazamento de água?".

Dificilmente o poder público vai ter conhecimento de um pequeno vazamento de água ou uma única luz queimada, exceto se um agente da concessionária passar naquela rua e presenciar o problema. O poder público não é onipresente, por isso é importante a participação de todos. Notando qualquer problema, comunique quem resolve. É o que eu chamo de "dizer não à indiferença."

E vou além: se temos uma praça perto da nossa casa e pudermos ajudar a cuidar desse espaço público, que nos pertence - lembrando que espaço público tem mais donos do que a nossa própria residência, pois é de todos nós -, devemos fazê-lo. Felizmente, podemos observar em alguns locais, grupos de vizinhos se organizando, fazendo mutirão e cuidando do espaço. Infelizmente, essa é uma atitude minoritária.

Se o problema é grande ou não conseguimos resolver, o que não podemos é ser indiferentes. Nesses casos, temos que comunicar a quem cabe resolver o problema. Na luz queimada, comunicar a concessionária, da mesma forma o vazamento de água. Assim, colaboramos para melhorar o nosso espaço e a qualidade de vida de todos. E o mais importante, basta uma ligação, gratuita na maioria das vezes.

Quando agimos de forma indiferente, colaboramos para que o problema aumente. Aquele vazamento de água pode aumentar e termos até o comprometimento de uma adutora. Uma luz queimada pode, durante a noite, facilitar a ação de marginais, prejudicando as pessoas e, por vezes, a nossa própria família. Por isso, a importância de participar, é uma questão de atitude.

Na segurança pública, não é diferente, ou seja, a participação do cidadão é fundamental. Um pequeno consumo de drogas, numa esquina, se não comunicado, pode aumentar e transformar numa pequena "cracolândia". Devemos comunicar a polícia sempre, mesmo que longe da nossa residência, pois amanhã pode estar na porta da nossa casa, aliciando nossos filhos.

Numa emergência, sem dúvida o número a ser utilizado é o 190 da Polícia Militar. Contudo, se for um caso crônico, principalmente envolvendo o consumo e tráfico de drogas, até para não sofrer algum tipo de retaliação, o indicado é que utilizemos o serviço do Disque-Denúncia, pelo número 181, onde não há necessidade de identificação. Importante, em qualquer ligação, é dar maior número de detalhes do que está acontecendo para facilitar a ação do poder público.

A participação é sempre fundamental, seja na área pública ou seja na área privada. E essa participação, na maioria das vezes, é uma simples ligação para um telefone gratuito, e assim colaboramos para um bairro melhor, uma cidade melhor, uma qualidade de vida melhor para todos. É uma questão de atitude!


Coronel Camilo é secretário-executivo da Polícia Militar. É formado em Administração de empresas pelo Mackenzie, com bacharelado em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul e pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIAP e em Gestão de Segurança Pública pela Secretaria Nacional de Segurança Pública.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo