Buscar

Pela segurança dos motociclistas

Por Mario Covas Neto


No trânsito de São Paulo é comum vermos motos circulando em alta velocidade entre os carros, o que diariamente resultam em brigas e riscos de acidentes graves. 


Por isso, apresentei um projeto de lei, aprovado em primeira votação nesta quarta-feira, 08 de julho, que proíbe a circulação de motos entre carros nas vias que já sofreram redução de largura das faixas, em função da utilização do conceito de Melhor Utilização do Leito Viário (MULV).


O conceito de Melhor Utilização do Leito Viário (MULV) reduz a largura das faixas de rolamento de tráfego em vias com grade demanda de utilização, de modo a maximizar a capacidade do sistema viário local. Diante da sua implementação, o espaço do corredor entre os carros se estreita consideravelmente, obstaculizando a passagem de motocicletas e oferecendo riscos para os condutores destes veículos.


Segundo dados estatísticos fornecidos pelo DETRAN, o Estado de São Paulo concentra 20,7% da frota de motocicletas do país, porcentagem que corresponde numericamente a 5.784.133 de veículos. Somente na capital são 1.206.979 motocicletas registradas. Tamanho volume influencia diretamente na ocorrência de acidentes de trânsito na cidade.


O número de acidentes fatais com motociclistas em São Paulo aumentou 17,7% entre 2017 e 2018, atingindo a média de uma morte por dia. No total, foram registradas 366 mortes somente no ano de 2018, conforme o Infosiga. 


De acordo com o Relatório Anual de Acidentes de Trânsito da CET, os motociclistas podem ser considerados, junto com os pedestres, um grupo em situação de vulnerabilidade no trânsito, uma vez que representam 39% do total de óbitos no tráfego, e respondem ainda por mais da metade (53%) dos envolvidos em colisões fatais.


Sabemos que medidas de segurança no trânsito podem ser extremamente impopulares no momento da implantação e que a adaptação pode ser lenta e ruidosa. Foi assim, por exemplo, quando foi instituído o uso do cinto de segurança na cidade. Porém, a médio e longo prazo são sentidas as melhorias que proporcionam, tornando-se habituais no dia a dia.


Tenho conhecimento e reforço que esse meu projeto traz diversas opiniões favoráveis e contrárias e, de antemão, conversei com os representantes da categoria. Não sou dono da verdade e creio que colocar o assunto em pauta vai suscitar uma discussão, o que é extremamente saudável.  Meu único intuito é proteger a vida dos condutores e pedestres.


Saiba mais sobre os meus projetos. Acesse www.mariocovasneto.com.br.


Mario Covas Neto é filho do ex-governador Mario Covas e de Florinda Gomes Covas, a dona Lila. Advogado, foi reeleito vereador nas eleições de 2016 com 75.583 votos, quinta maior marca entre os concorrentes. Foi candidato ao Senado em 2018 e obteve mais de 2 milhões de votos. É presidente estadual do Podemos.

6 visualizações

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br