Buscar
  • Redação JBA

O Homem Mais Inteligente da História segue em cartaz no Teatro Fernando Torres

Após o sucesso nas livrarias pelo mundo, o consagrado romance sócio-emocional de Augusto Cury chega aos palcos

Imagem: André Madrini

Considerado o psiquiatra mais lido do mundo nas últimas duas décadas, com 35 milhões de livros em mais de 60 países, Augusto Cury lançou O Homem Mais Inteligente da História em 2016, após 15 anos de estudos e pesquisas sobre gestão da emoção.


A adaptação do romance para os palcos é assinada pelo próprio escritor ao lado de Cristiane Natale, que também é responsável pela direção do novo espetáculo. A temporada acontece no Teatro Fernando Torres aos sábados e domingos, após pré-estreia e primeiro final de semana de sucesso.


“Me senti desafiada a contar essa história fantástica. A tarefa mais difícil foi escolher dentre tantas vertentes o que colocar em cena, pois o livro possui muitas situações extremamente envolventes. O resultado é uma montagem que promete muitas emoções aos espectadores”, afirma a diretora.


A obra conta a trajetória do cientista Marco Polo, especialista no funcionamento da mente, quando ele vai a Jerusalém participar de uma reunião na ONU, ele é desafiado a estudar a mente do homem mais famoso da história: Jesus. Marco Polo, um dos maiores ateus da atualidade, se recusa, alegando não discutir religião, mas é instigado por uma plateia de intelectuais a realizar essa empreitada. Depois de muita resistência, ele aceita o desafio. É, então, montada uma mesa-redonda, composta por brilhantes profissionais para analisar a mente de Jesus sob os ângulos da ciência e não da religião. A partir disso, o personagem começa uma jornada épica para saber se Jesus era um mestre em ter autocontrole, gerir sua emoção, trabalhar perdas e frustrações, libertar sua criatividade e formar pensadores. Ao estudar a mente de Jesus, Marco Polo surpreende os demais participantes da pesquisa que esperavam encontrar um homem comum, sem grandes habilidades intelectuais, mas que ficam admirados diante do inexplicável.

Quem dá vida ao protagonista na peça é o ator Gil Hernandez, que participa dessa montagem ao lado de Bianca Rinaldi, Ivan Parente, Marcelo Gomes, Murilo Inforsato e Priscila Dieminger. Além de abordar os principais aspectos da gestão da emoção, o espetáculo também fala sobre autocontrole, criatividade, solidariedade e amor, e ainda trata com sensibilidade temas polêmicos como depressão e violência contra a mulher.

Serviço: Teatro Fernando Torres

Teatro Fernando Torres: Rua Padre Estevão Pernet, 588 – Tatuapé.

Sábado 20h30

Domingo 19h


Valores:

Sábado:

Meia R$ 45,00

Solidário R$ 55,00

Inteira R$ 90,00


Domingo:

Meia R$ 40,00

Solidário R$ 50,00

Inteira R$ 80,00


Ingressos solidários: com a doação de 1kg de alimento, qualquer ingresso tem 40% de desconto.

11 visualizações0 comentário