Buscar

O cidadão como aliado no combate ao crime

Atualizado: Ago 13

Por Coronel Camilo


Temos percebido uma movimentação bem diferente da que havíamos acompanhado anteriormente, no começo da pandemia de Covid-19. Mesmo diante do grave problema de saúde vivido no Brasil e no mundo, as pessoas têm saído mais de casa e cumprido compromissos que fazem parte do cotidiano.


O que não se pode esquecer é que os criminosos se aproveitam da situação para agir, praticando furtos e roubos. Recentemente, uma casa na zona oeste de São Paulo foi alvo de assaltantes que roubaram o imóvel que estava sem morador naquele momento. O dono acabou chegando na hora, mas saiu ileso.


Algumas medidas simples podem ajudar bastante a inibir a criminalidade, como nas casas. Precisamos observar mais e manter a atenção redobrada. Antes de entrar com o carro na garagem, é importante olhar se existem pessoas suspeitas no entorno. Caso perceba, o ideal é dar uma volta no quarteirão e não entrar a fim de evitar abordagem.


Hoje, muitas das casas e prédios estão interligados pelo sistema de Vizinhança Solidária, quando grupos de um quarteirão se unem contra a violência e estreitam laços com a polícia da região. Há, ainda, a utilização de aplicativos de celular pelos grupos para comunicar ações suspeitas.  


No caso dos prédios, os porteiros são orientados a controlar o acesso com rigor de pessoas alheias aos condomínios. O foco são falsas entregas e estranhos que se tentam entrar com a intenção de arrombar unidades. Quem participa do programa Vizinhança Solidária é identificado com uma placa, geralmente amarela, que menciona que ali os vizinhos estão atentos.


Se a viajar for inevitável, procure evitar deixar as luzes acesas como muitas pessoas fazem para simular que há gente dentro. Utilize câmeras de vigilância e comunique um vizinho de confiança sobre a ausência. 


O interessado em participar do programa precisa procurar a Companhia da Polícia Militar mais próxima ou os Conselhos Comunitários de Segurança, os chamados CONSEGs do bairro.  Comerciantes podem aderir. Com o advento do Coronavírus, muitas das reuniões dos grupos passaram a ser virtuais e isso tem viabilizado uma participação efetiva do cidadão.


Outro aspecto a ser destacado é que, aos poucos, os parques públicos têm sido reabertos, sempre com moderação e permissão para entrada com o uso de máscara. 


Ao se deslocar até eles, evite ruas muito vazias. Leve o necessário e evite grandes quantias em dinheiro. Caso sinta que está sendo observado ou seguido, entre num local movimentado e acione a PM pelo telefone 190. A polícia está presente em todos os municípios do nosso Estado, mas também podemos fazer a nossa parte, contribuindo para um ambiente cada vez melhor.


Coronel Camilo é secretário-executivo da Polícia Militar. É formado em Administração de empresas pelo Mackenzie, com bacharelado em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul e pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIAP e em Gestão de Segurança Pública pela Secretaria Nacional de Segurança Pública.

2 visualizações

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br