top of page
Buscar

O avô é pai com açúcar e a avó é mãe com mel

Por Fernando Jorge


Foto: Halfpoint

O grande escritor português Júlio Dantas, cuja peça A ceia dos cardeais é uma joia literária, pronunciou esta frase:


“Avô é pai com açúcar”


E eu acrescento: se o avô é pai com açúcar, então a avó é mãe com mel...


A ternura dos avós pelos seus netos jorra dos corações de ambos como a água cristalina de uma fonte. Quando os dois acariciam os seus netos, é devido a um amor delicadíssimo, produzido pela compreensão, pela experiencia, pelo conhecimento da vida. É um amor que só pode ser produzido pelo tempo.


O avô é pai duplo e a avó é mãe dupla, porque o amor que sentem pelos netos é também o mesmo amor que os pais sentem pelos filhos. O avô e a avó não parecem ter, nos seus peitos, um só coração, mas dois, sempre palpitantes, sempre repletos de carinho quente, da cor do sol das regiões tropicais.


Sim, Júlio Dantas tinha razão quando afirmou que o avô é pai com açúcar. E eu também estou certo, não erro, ao dizer de maneira firme, a avó é mãe com mel...




Fernando Jorge é jornalista, escritor, dicionarista e enciclopedista brasileiro. Autor de várias obras biográficas e históricas que lhe renderam alguns prêmios como o Prêmio Jabuti de 1962. É autor do livro “Eu amo os dois”, lançado pela Editora Novo Século.


Comments


bottom of page