top of page
Buscar

Novo H-RV: Honda inicia vendas das versões Advance e Touring

Por Vito Zanella


A Honda iniciou a venda das versões Advance e Touring do HR-V 2023, ambas equipadas com o inédito motor 1.5 DI VTEC Turbo Flex. Com 177 cv de potência e 24,5 kgfm de torque, a grande novidade fica por conta exatamente do sistema de gerenciamento de combustível, que passa a contar com a tecnologia flex, permitindo o abastecimento com etanol ou gasolina, em qualquer proporção. Outra exclusividade das versões Advance e Touring é o myHonda Connect, inédita plataforma de conectividade da marca, que faz sua estreia no novo HR-V. Com um menu completo de serviços, o myHonda Connect traz informação, segurança e controle do veículo de um jeito prático e fácil, conectando o motorista ao seu carro, via aplicativo no smartphone.


O HR-V 2023 tem quatro versões e duas motorizações. As versões EX Honda SENSING e EXL Honda SENSING, que começaram a ser vendidas em agosto, são equipadas com o 1.5 DI i-VTEC Flex aspirado, de 126 cv e torque máximo de 15,8 kgfm, enquanto as versões Advance e Touring trazem o inédito 1.5 DI VTEC TURBO Flex. Para ambos, o câmbio é o CVT, ajustado para atender às demandas dos novos motores. Os preços do novo HR-V são: R$ 142.500,00, EX Honda SENSING; R$ 149.900,00, EXL Honda SENSING; R$ 176.800,00, Advance e R$ 184.500,00, Touring.


Preservando o porte de seu antecessor, o novo HR-V exibe um estilo inovador. A dianteira é fator de diferenciação entre as versões. Nos modelos Advance e Touring, a grade é composta por múltiplos elementos que parecem flutuar, ressaltando um caráter mais esportivo e robusto. Já as versões EX Honda SENSING e EXL Honda SENSING têm grade com filetes horizontais, gerando forte identidade e sofisticação. Outro elemento de diferenciação está nos faróis full LED (de série em todas as versões), que no HR-V Touring possui acabamento cromado na moldura interna do bloco do facho alto, enquanto nas versões EX Honda SENSING, EXL Honda SENSING e Advance, a moldura é preta.


Na traseira, todas as versões têm lanternas fumê com LED nas luzes de posição e freio. Elas são unidas por uma barra horizontal de LED que também cumpre a função de luz de posição e, exclusivamente na Touring, tem acabamento fumê. Três rodas diferentes (sempre em alumínio e aro 17) equipam o SUV. As versões EX Honda SENSING e Touring têm, cada qual, rodas exclusivas, enquanto a EXL Honda SENSING e a Advance compartilham o terceiro modelo.

O projeto do interior do novo HR-V exibe o mesmo conceito aplicado ao design externo. O painel de instrumentos e a tela da central multimídia touchscreen de 8 polegadas foram posicionados de maneira a exigir um desvio mínimo do olhar. Na cabine, materiais de alta qualidade, com acabamento e montagem precisos, e revestimentos agradáveis ao tato resultam em um ambiente requintado, mas sem excessos. O modelo oferece maior conforto para seus passageiros. O espaço longitudinal para as pernas dos ocupantes do banco traseiro cresceu 35 mm, mesmo ganho notado no espaço para os pés. Adicionalmente, o encosto ganhou dois graus adicionais de reclinação. O Magic Seat, sistema exclusivo de modularidade dos bancos, está presente no novo HR-V com três modos de utilização (Utility, Long e Tall), que permite a acomodação de objetos das mais amplas dimensões e volumes. O sistema de ar-condicionado digital traz um novo tipo de difusores, que permitem aos ocupantes escolher entre o fluxo normal de ar e um fluxo disperso e presença do difusor duplo no console central que atende os passageiros do banco traseiro.


Outra novidade é a abertura do porta-malas sem o uso das mãos, disponível na versão Touring. Basta simular um chute sob um dos sensores de movimento abaixo do para-choque traseiro para que a tampa abra automaticamente. Além disso, o porta-malas também tem a função Walk Away Close, que permite a operação sem o uso das mãos também na hora de retirar objetos grandes ou pesados. Antes de pegar a carga, o usuário aperta um botão na moldura inferior da tampa. Após ele retirar o objeto e se afastar do veículo, a tampa do porta-malas se fecha automaticamente. Ambas as funções só funcionam se o usuário estiver levando a chave consigo.



Vito Zanella é jornalista e já passou pela redação de diversos jornais de São Paulo. Atuou como editor de algumas revistas e jornais especializados em automóveis, como Hot Motors, Autos & Afins (do MetroNews), Jornal Farol Autos e Bus Magazine, entre outros.

Comments


bottom of page