top of page
Buscar

Novo Ducato: mais performance, custo-benefício e produtividade

Por Vito Zanella


Em 1998, a Fiat lançou no segmento de vans do Brasil o Ducato, um sucesso que completa 25 anos em 2023 com mais de 130 mil unidades vendidas. Para comemorar esse aniversário, a van chega à sua quarta geração com ainda mais novidades, performance, funcionalidades e ótimo custo-benefício. O novo Ducato oferece cinco versões: Cargo 11,5 m3, Cargo 13 m3, Multi 13 m3, Minibus Executivo com 17 lugares e Minibus Comfort com 19 lugares. Os preços sugeridos são: R$ 245.990,00, Cargo; R$ 249.990,00, MaxiCargo; R$ 261.490,00, Multi; R$ 309.990,00, Minibus Comfort e R$ 319.990,00, Minibus Executivo. O modelo é carregado de novidades, a começar pelo design que está ainda mais funcional. Na dianteira, os novos faróis com DRL ganharam uma posição mais alta e há um novo para-choque mais robusto e atualizado com o Fiat Script. Ele também conta com rodas de aço, barras de proteção lateral e proteção da caixa de rodas. O acesso às portas mantém sua praticidade, com abertura das portas traseiras em até 270º, posição de entrada mais baixa e ganchos de fixação, que permitem mais facilidade para carga e descarga. Já a porta lateral deslizante garante mais segurança e facilidade de acesso, inclusive para o uso de empilhadeiras.


Um motor feito sob medida para vans. Essa pode ser a definição do novo propulsor que equipa o Ducato, um Turbo Diesel de 2.2L, 140 cv de potência e 340 Nm de torque. Segundo a marca, para quem trabalha dirigindo, ergonomia, segurança e conforto são essenciais. Por isso, o novo Ducato tem a posição de alavanca de marchas mais elevada no painel, apoio de braço para o condutor, ar-condicionado de série, entrada USB, tomada 12v, encosto rebatível que vira mesa multifuncional, painel de instrumentos de fácil leitura com indicador de marcha e banco do motorista com regulagem de altura, inclinação e ajuste lombar.

Uma novidade é que agora o Ducado vem equipado com Start Stop, que desliga o veículo no momento de uma parada momentânea e retoma as rotações do motor quando acelerado, o que ajuda ainda mais na questão consumo de combustível. O Ducato 2023 também traz itens importantes na categoria, como o sensor de estacionamento, hill assist, piloto automático, limitador de velocidade, controle de estabilidade (ESP), controle de tração (TC) e o LAC, um controle adaptativo de carga que mede o centro de gravidade para garantir a estabilidade lateral do veículo. O custo-benefício é um dos fatores principais de compra principalmente no caso de veículos comerciais. No novo Ducato este também é um ponto forte. Ele apresenta consumo urbano médio de 10 km/l e de 9,9 km/l na estrada.

Versões - Novidade na linha Ducato, a versão Cargo, assim como o próprio nome sugere, tem vocação para carga. Com capacidade volumétrica de 11,5 m³ e 1,3 tonelada de carga líquida, ela pode carregar até 1.308kg e quem tem CNH do tipo B também pode dirigi-la. Além disso, a Cargo é equipada de série com ar-condicionado, freios ABS, EBD, Controle de Estabilidade (ESC), GSI - Indicador de troca de marchas, apoio de braço do motorista, ganchos para acomodação de carga, Hill Holder (Assistente de Partida em Rampa), luz interna na cabine com temporizador, moldura de proteção nas caixas de roda e muito mais. Também oferece dois pacotes opcionais: o Pack Cargo 1, que contém farol de neblina, sistema antifurto com sensor de perímetro e proteção da parede lateral do compartimento de carga). Já o Pack Cargo 2 traz todos esses itens mais câmera de ré e tela sensível ao toque com rádio 7" com bluetooth.


A versão Maxicargo possui os mesmos itens que a versão anterior. Inclusive, oferece os mesmos pacotes opcionais: o Pack Cargo 1 e o Pack Cargo 2. No entanto, a Maxicargo é maior que a Cargo, com capacidade volumétrica de 13m³, 1,3 toneladas de carga líquida e 5.998mm de comprimento, mas também pode ser dirigida por aqueles que possuem CNH do tipo B, pois tem peso bruto total de 3,5 toneladas. A Multi tem vocação para transformação, já que foi desenvolvido para multiuso, seja para carga, passageiros ou os dois. Ela possui os atributos da versão anterior e o tamanho da Maxicargo e, além disso, traz como diferenciais itens como alarme com sensor volumétrico e pré-disposição para tacógrafo, vidros laterais e nas portas traseiras.


Já a versão Minibus Comfort possui 19 lugares disponíveis, sendo bancos traseiros fixos. Também chega com ar-condicionado com duto central de série. Além disso, oferece o pacote opcional Pack Pass, com central multimídia touchscreen 7" com Apple Car Play / Android Auto e câmara de ré. E a Minibus Executivo possui bancos reclináveis e comporta 17 pessoas. Por isso, possui alguns itens diferentes das outras versões, como ar-condicionado com duto central (suplementar do salão de passageiros), porta-malas de 1000 litros, alarme com sensor perimétrico, piso do salão de passageiros, revestimentos laterais e do teto em ABS, isolamento termoacústico, tacógrafo digital, martelos de segurança, luminárias em LED e faixas refletivas laterais. Assim como na versão Minibus Confort, também há a opção do Pack Pass (central multimídia touchscreen 7" com Apple Car Play / Android Auto e câmara de ré).


Vito Zanella é jornalista e já passou pela redação de diversos jornais de São Paulo. Atuou como editor de algumas revistas e jornais especializados em automóveis, como Hot Motors, Autos & Afins (do MetroNews), Jornal Farol Autos e Bus Magazine, entre outros.

Comments


bottom of page