Buscar

Lagoon: uma forma genial - e em conta - de conhecer as ilhas gregas em alto estilo

Por Paulo Panayotis


Atenas, Grécia - Mykonos, Santorini, Milos, Paros. Não importa se a ilha é conhecida, badalada ou tranquila. O fato é que dez entre dez pessoas no mundo sonham em conhecer as ilhas gregas. Especialmente agora, durante a pandemia, que os sonhos estão, por enquanto, postergados! Mas um dia, meu amigo, esta pandemia vai passar e o impulso reprimido de viajar o fará navegar pelos mares tranquilos dos seus sonhos! Quem me acompanha aqui nesta coluna, viajou comigo nas últimas semanas por cinco cobiçadas ilhas do Mar Egeu, na Grécia. Estivemos juntos, ao menos virtualmente, em ilhas dos sonhos! Quando puder voltar a viajar, fique à vontade para pedir dicas sobre a melhor época, onde ir, o que fazer e, especialmente, como realizar este roteiro onírico (do grego: dos sonhos!). Nesta semana, a dica é curtir a Grécia em grande estilo, viajando entre as ilhas a bordo de um belo veleiro. O que? Acha que não pode pagar? Pois saiba que isso é possível e a preços que ficam muito próximos de uma estadia de uma semana em um hotel cinco estrelas. 

Ilha de Santorini, Grécia, considerada o local com o por do sol mais lindo do mundo

Lagoon, um super catamarã. Luxo, conforto e privacidade a um preço que cabe no seu bolso. Mesmo com o euro nas alturas no Brasil, viajar com este príncipe dos mares é sim um sonho plenamente realizável. “Basta o cliente solicitar que posso levar ele e seus amigos ou família para qualquer ponto da Grécia”, afirma sorrindo Spyros Colloniadis, capitão do veleiro Serenity.  “No ano passado tivemos a bordo uma família de brasileiros. Eles ficaram encantados com nossos serviços e nós com eles”, afirma o capitão. “Adoramos o Brasil e os brasileiros pois são animados e gentis”, completa. 


Você e seus amigos singrando os mares da Grécia. Com capacidade para acomodar confortavelmente até dez passageiros, o ‘Lagoon’ é sinônimo de conforto e exclusividade. Já imaginou você e seus amigos ou sua família chegando a Mykonos para alguns dias de balada? Ou ir à Santorini para curtir o melhor por do sol do mundo? Ou que tal nadar em praias exclusivas em alguma ilha desabitada que somente um capitão com experiência pode conhecer? E ainda por cima, com tudo incluído, desde as refeições até bebidas e equipamentos náuticos? Sim, tão logo seja possível marcar sua viagem, escolha um barco de luxo como este para deslizar pelos mares gregos ao sabor dos ventos!

Lagoon Serenity: catamarã oceânico com capacidade e luxo para ate dez passageiros

Qual a melhor época para ir? Antes de mais nada é preciso lembrar que o verão, na Europa,  ocorre ao contrário do brasileiro, ou seja, inverno no Brasil, verão na Grécia. “Desta forma, afirma Michael Sfakianakis, empresário que aluga veleiros e iates na Grécia, há três possibilidade de velejar com um barco como o Serenity: na baixa estação, que é nos meses de maio e outubro. Na estação intermediária, junho e setembro e na alta estação, julho e agosto. “Eu recomendo fortemente que os brasileiros venham na alta estação”. Para cada um destes meses os preços e o clima variam. Mas uma coisa é certa: em julho e agosto, na alta estação, nunca chove e os fortes ventos do Mediterrâneo se abrandam, proporcionando a você e seus convidados momentos de puro lazer e entretenimento.

Cabines luxuosas, privativas com roupa de cama trocada a cada dois dias

Para onde ir? Para onde você quiser! Isso mesmo. O capitão e a tripulação, composta de um(a) chef de cozinha e um(a) simpática(o) camareira(o), providenciam tudo. Tudinho mesmo. Os cardápios, com pratos da gastronomia grega são combinados previamente ao embarque. Mas, claro, tudo pode mudar caso um barco pesqueiro seja encontrado no caminho e tenha a bordo peixes e frutos do mar recém pescados. Basta ordenar que o capitão providencia, a(o) chef prepara e a(o) camareira(o) serve! Perfeito não? E tudo isso em uma praia badalada ou em algum recôndito pedaço de ilha virgem e desabitada! Enquanto tudo é preparado você pode tomar sol, ler um livro ou se entregar ao “dolce far ciente” ou ao ócio contemplativo. Você decide…

Cozinha super equipada a bordo

Quanto custa? Muito menos do que você imagina. Com a crise desencadeada pela pandemia, os preços recuaram e os serviços melhoraram. Antes de mais nada é preciso saber que a locação de um barco como o Serenity  tem que ser feita por no mínimo uma semana. Com a lotação completa, ou seja, dez passageiros a bordo, o custo, com tudinho incluído (refeições, tripulação, bebidas, taxas portuárias, combustível etc) custa algo em torno de EU 350 euros por dia, por pessoa. Somente a título de comparação, um hotel cinco estrelas na Grécia, na alta estação, em julho e agosto, não fica por menos de EU 200 euros por dia sem café da manhã, refeição ou bebidas incluídas. 

O capitão Spyros Colloniadis(d), o empresário Mikel Sfakianakis e a tripulação do Serenity: profissionalismo

Dica de um especialista no assunto. Alugando um veleiro, você evita os deslocamentos para as ilhas, os ferry boats lotados e nem sempre disponíveis devido ao elevado número de turistas de todo o mundo. “Para a média e baixa estações, completa Sfakianakis, os preços podem ser ainda menoresmas há o risco de encontrar ventos mais fortes, o que pode criar um certo desconforto nos deslocamentos”, explica ele. Pense a respeito e avalie se de fato não vale a pena. De resto, basta sonhar e transformar seu sonho em realidade.  Afinal, sonhar não custa nada, mas realizar seus sonhos não tem preço! Última dica. Se interessou? Então pode me enviar mensagem via: ppanayotis@oquevipelomundo.com.br  e  “kalo taxidi”, ou seja, boa viagem!

Jornalista Paulo Panayotis a bordo do Serenity

Fotos: Paulo Panayotis e Adriana Reis


Paulo Panayotis é jornalista especialista em turismo, mergulhador e fundador do Portal OQVPM - O Que Vi Pelo Mundo. Mora na Europa, tem passaporte carimbado em mais de 50 países e viaja com patrocínio e apoio Avis, Travel Ace e Alitalia.

3 visualizações

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br