top of page
Buscar

Kwid E-TECH Electric: modelo mais acessível da gama elétrica da Renault

Por Vito Zanella


A Renault iniciou a pré-venda do Kwid E-TECH Electric, o veículo mais acessível da gama elétrica da marca. O modelo é oferecido em única versão e estará disponível também no Renault on Demand, solução de mobilidade da marca para o mercado brasileiro, que oferece diversos planos de assinatura de longa duração customizáveis. Todos os planos incluem os serviços de revisões preventivas, gestão de documentos e taxas relacionadas ao veículo como IPVA e licenciamento, além de seguro. O carro será entregue a partir de agosto.


Com uma motorização elétrica, o Kwid E-TECH Electric acelera de 0 aos 50 km/h em 4,1 segundos. Além disso, tem o melhor índice de eficiência energética, de 0,44 MJ/km, entre todos os elétricos do Brasil, de acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro (tabela publicada em 10 de fevereiro de 2022). A autonomia é de 298 quilômetros no uso urbano, segundo a norma SAE J1634, utilizada pelo Inmetro. Outra vantagem é a economia do quilômetro rodado, natural nos veículos elétricos, que no Kwid E-TECH é também resultado do peso de apenas 977 kg.


Outro destaque é a facilidade para recarregar a bateria, que possui capacidade 26,8 kWh e que pode ser carregado até em uma tomada doméstica 20A aterrada. Completo, o Kwid E-TECH traz seis airbags, controle eletrônico de estabilidade (ESP), freios ABS com BAS (Braking Assist System), assistente de partida em rampa (HSA), câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, sistema multimídia Media Evolution e direção elétrica, entre outros itens de segurança e conforto.


A motorização 100% elétrica de 48 kW (equivalente a 65 cv) é associada a uma bateria de 26,8 kWh. A frenagem regenerativa permanente recupera energia a cada vez que se deixa de exercer pressão sobre o pedal do acelerador e, também, quando freia. A autonomia da bateria pode ser otimizada por meio do modo de condução ECO acionado facilmente através de um botão no console central. Este modo limita a potência de 33 kW (em vez de 48kW), velocidade máxima a 100 km/h e torna a frenagem regenerativa mais atuante.

O Kwid E-TECH é recarregado por meio de um conector localizado atrás da grade frontal, na altura do logo. O destravamento do compartimento de recarga é feito por meio de um comando localizado internamente, sob o volante. A recarga pode ser feita em tomada comum, em Wallbox de corrente alternada (AC) de 7 kW e em carregadores de corrente contínua (DC). Por exemplo, para carregar dos 15% até 80% da carga da bateria em DC são necessários 40 minutos, em um Wallbox de 7kW são 2h54 e em uma tomada doméstica de 220 volts são 8h57. Enquanto o Kwid E-TECH está carregando, o painel de bordo exibe o indicador de recarga e também mostra a autonomia disponível em quilômetros com o nível de carga atual.


Os itens de segurança de série incluem freios ABS com BAS (Braking Assist System), controle eletrônico de estabilidade (ESP), assistente de partida em rampa (HSA), seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina) e alerta de pressão de pneus, entre outros. Além disso, o Kwid E-TECH traz o sistema AVAS (Acoustic Vehicle Alert System) que emite um sinal sonoro de alerta aos pedestres até o veículo atingir 30 km/h, velocidade comum em áreas urbanas. Esse som é uma assinatura exclusiva a todos os modelos elétricos do Renault Group.


O Kwid E-TECH traz na externamente na dianteira um capô vincado, um grande para-choque, além de um conjunto óptico separado com luzes de circulação diurna (DRL) em LED que se prolongam até a grade fechando o conjunto visual. Marca registrada dos veículos elétricos, a grade frontal do Kwid E-TECH é inteiriça. Ela também tem a função de alojar a tampa de recarga cuja abertura é acionada através de um comando interno no painel no lado do motorista. A traseira é marcada por um robusto para-choque, que traz elementos como protetor (skid plate) pintado na cor prata e refletores integrados. A identidade E-TECH está presente nas faixas laterais e na tampa traseira com a inscrição E-TECH Electric.


Com um painel com detalhes em prata combinados com preto brilhante, a cabine é funcional. A alavanca de marchas é substituída por um comando rotativo cromado, com simples utilização em três posições: D (drive/marcha à frente), N (neutro/ponto morto) e R (ré). Os itens de série incluem a direção 100% elétrica com assistência variável, ar-condicionado, travamento centralizado das portas por botão, vidros elétricos dianteiros e traseiros, ajuste de altura dos faróis, limitador de velocidade (com acionamento no volante), sistema multimídia Media Evolution e regulagem elétrica dos retrovisores. O sistema multimídia Media Evolution oferece uma tela touchscreen de 7”, espelhamento de smartphone compatível com Apple CarPlay e Android Auto, Bluetooth, entradas USB e AUX. O volante traz o botão “push to talk”, que aciona o comando para reconhecimento de voz (via smartphone), permitindo ativar e comandar o assistente iOS ou Google do smartphone.


Vito Zanella é jornalista e já passou pela redação de diversos jornais de São Paulo. Atuou como editor de algumas revistas e jornais especializados em automóveis, como Hot Motors, Autos & Afins (do MetroNews), Jornal Farol Autos e Bus Magazine, entre outros.

Kommentare


bottom of page