Buscar
  • Redação JBA

Instituto Butantan recebe alunos vencedores da campanha "A importância da Vacinação"

Estudantes visitarão os Museus Biológico e de Microbiologia do Instituto

O Instituto Butantan recebe na semana de 06 a 10 dezembro mais de 200 alunos da rede municipal de ensino, vencedores e participantes do Concurso Cultural "A importância da Vacinação", promovido em parceria com a Sanofi Pasteur, a Mauricio de Sousa Produções e a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo.


O Museu Biológico é o primeiro do Instituto Butantan e abriga diversas espécies vivas de representantes da fauna brasileira, como serpentes, aranhas e escorpiões. Nele os estudantes poderão observar os animais em ambientes que reproduzem os seus habitats naturais e ter acesso às informações específicas sobre veneno e acidentes ocasionados por estes animais.

Já no Museu de Microbiologia, os alunos poderão manusear microscópios e conferir modelos tridimensionais de microrganismos. Além disso, o local exibe animações educativas e conta com bustos de renomados cientistas da história da Imuno e da Microbiologia.


“Estamos muito contentes em receber esses estudantes após um longo período sem visitas por conta da pandemia, esperamos que o tour seja enriquecedor e que os alunos possam se interessar cada vez mais por ciência daqui para frente”, declara Giuseppe Puorto, diretor do Museu Biológico.


Os cinco melhores trabalhos de cada ano foram publicados no site do Instituto Butantan e fazem parte da exposição “A importância da Vacinação na Saúde da População: um olhar infantojuvenil”. Os vencedores também ganharam assinaturas digitais dos gibis da Turma da Mônica por três meses, prêmio extensivo para toda classe. (https://campanhavacina.butantan.gov.br/)

A Campanha

Com o objetivo de conscientizar professores, estudantes e suas famílias sobre o papel das vacinas na prevenção de doenças, as instituições criaram a campanha “A importância da vacinação” que foi dividida em 4 etapas, sendo o concurso de desenho e slogans a última delas.


O Gibi "Vacinação, vida e saúde de montão", produzido pela Mauricio de Sousa Produções com a ajuda dos técnicos do Instituto Butantan e da Sanofi Pasteur, e alguns materiais de apoio sobre fake news e funcionamento das vacinas foram encaminhados aos educadores da rede pública para que pudessem trabalhar os assuntos em sala de aula.


Após essa etapa, os alunos desenvolveram trabalhos sobre o tema em duas modalidades: criação de cartazete com ilustração em desenhos (1º ao 3º ano) e criação de slogans (4º ao 7º ano).