top of page
Buscar

Impressionistas, natureza e paz a minutos de Paris: Les Étangs de Corot!

Por Paulo Panayotis


Ville d’Avray - França. “Olá Sr. Paulo Panayotis. Quanto prazer em conhecer o senhor pessoalmente.” Vamos combinar que é muito legal fazer check in e descobrir que você já é conhecido. “Foi por causa de vosso site O Que Vi Pelo Mundo que resolvi conhecer a Grécia! Suas dicas e informações foram cruciais para eu me decidir pela Grécia e não por outro destino”, completa Lara Henriques, assim que chego ao hotel Les Étangs de Corot. Surpresa maior ainda, ela me recebe falando português! Com simpatia e um sorriso tipicamente lusitano, meu primeiro contato com este hotel icônico não pode ser melhor. Cabe aqui uma rápida explicação: o pintor realista impressionista Jean-Baptiste Camille Corot empresta seu nome ao hotel não por acaso. Ele e outros gênios da arte, como Monet e Manet, frequentavam o lugar. Costumavam se reunir para trocar técnicas e impressões à beira dos lagos (étangs) que cercam a propriedade. Isso foi lá no início de 1800...

Vista do Hotel a partir do lago (etang)

Hoje, clientes como o banqueiro e presidente francês Emmanuel Macron e a atriz israelense Natalie Portman vira e mexe aparecem. Não é à toa... A beira de bucólicos lagos naturais, meticulosamente preservados, o hotel Les Étangs de Corot não só conseguiu preservar a aura intelectual que o cerca, como transformar uma estadia por aqui em algo inesquecível. Minha suíte, de frente para o lago, reforça esse sentimento. O spa Caudalie complementa essa sensação. E os restaurantes (um com uma estrela Michelin) consolidam essa escapada inspiradora. A cerca de quarenta minutos de Paris, fica fácil chegar seja de táxi ou trem. Lembre-se: são dias para se esquecer de tudo, do transito caótico da capital francesa e do stress da cidade grande! Deixe-se acarinhar com uma massagem excepcional, à base de produtos extraídos das uvas, ou relaxar na jacuzzi.

Suíte com vista para a tranquilidade

Um passeio à beira dos lagos, na companhia de patos e cisnes, é uma excelente ideia antes de conhecer o restaurante Le Corot, uma estrela Michelin. Com criatividade e ingredientes recém colhidos nas redondezas, trata-se de um dos mais interessantes estrelados que conheci. Até porque os vinhos, incluídos no jantar, são produzidos pelos proprietários: nada menos do que Les Hauts de Smith! Dos aperitivos (rã crocante e mousse de castanhas, só para atiçar a curiosidade) passando pelos pães artesanais - produzidos no hotel – tudo é perfeito, na medida. Chegam lâminas de vieiras com molho de ouriços e caranguejos! Um entrecôte de gado da Borgonha reina como prato principal ao passo que um esplendido suflê de coing coroa a refeição.

Suflê de Coing

Ah! Coing é uma fruta asiática que, creio, não existe ainda no Brasil. É uma mistura de pera com maçã. Divina! Tudo seria perfeito não fosse uma certa impaciência do garçom ao servir os pratos. Cercado de quadros impressionistas e incentivado pelos vapores do vinho, penso que a vida é tão efêmera quanto um suflê! Temos que aproveitá-la plena e rapidamente. “Sempre imagino Corot andando à beira dos lagos em busca de inspiração , afirma Bruno Lopez , o jovem e intuitivo diretor geral que assumiu o hotel há algum tempo. “Vim do hotel Sources de Caudalie em Bordeaux com a missão de transformar este lugar em um ponto de excelência e tranquilidade”, afirma ele orgulhoso de nova missão. Franceses, americanos e ingleses, nesta sequência, são os principais clientes. Mas brasileiros aparecem cada vez mais. “Trata-se de uma opção ideal, especialmente para casais, de conhecer algo único, mágico”, reforça Bruno. Faremos de tudo para que nossos hóspedes brasileiros se sintam em casa, completa ele. Foi o que fizeram com um casal que se hospedou no Source de Caudalie. O rapaz queria pedir a mão dela em casamento mas queria algo único e, ao mesmo tempo, discreto. “Armamos a mesa no jardim, afastada de todos. Diversos funcionários ficaram escondidos atrás das árvores, no meio do mato, esperando a hora em que ele pediria a mão da noiva para explodir fogos de artifício caso ela disse sim”. E o que aconteceu, quis saber eu já ansioso: “Os fogos foram lindos!”

Jornalista Paulo Panayotis e Lara Henriques

Paulo Panayotis ficou hospedado no Les Étangs de Corot a convite da Cap Amazon que representa o hotel no Brasil.




Paulo Panayotis é jornalista profissional, ex-correspondente internacional de Tv, escritor e viaja com patrocínio e apoio Avis e Universal Assistance (ppanayotis@oquevipelomundo.com.br)



Comments


bottom of page