top of page
Buscar

Hospital Samaritano Higienópolis inaugura sala para parto humanizado

Com um modelo inovador, o espaço possui equipamentos voltados para o cuidado humanizado da parturiente e o recém-nascido, além de equipe especializada em obstetrícia

O Hospital Samaritano Higienópolis, da rede Americas, acaba de inaugurar sala PPPs (pré-parto, parto e pós-parto) na Unidade da Mulher, espaço onde são realizados exames preventivos e complementares para os cuidados da saúde feminina. A iniciativa, em conformidade com o Programa Parto Adequado e Seguro da Organização Mundial da Saúde (OMS), tem por objetivo atender a paciente com indicação de parto normal e de baixo risco em um ambiente confortável e seguro para a gestante e o bebê.

“Sempre fomos incentivadores do parto normal. Nosso objetivo é oferecer a assistência em todas as etapas do parto da paciente, a partir do pré-natal no ambulatório, com o mínimo de intervenções médicas e incentivando o protagonismo da gestante nesse momento tão importante pra ela e sua família”, ressalta a Dra. Teresa Uras, pediatra e neonatologista da SoE Materno Fetal Infantil da rede Americas.

O novo espaço contempla um modelo inovador com estrutura e equipamentos voltados ao cuidado integral da parturiente, do recém-nascido e da família. Além disso, possui bola Suíça, barra de alongamento, carro para urgências obstétricas, berço aquecido, banqueta para parto e a banheira (usada de acordo com a preferência da gestante). Dra. Teresa explica que todos esses equipamentos são de extrema importância para manter a parturiente ativa e participativa durante o seu trabalho de parto.

Para o alívio da dor e estímulos para o trabalho de parto, o médico (a) e enfermeiro(a), juntos ou individualmente, realizam práticas alternativas sem o uso de medicamentos como massagem, aromaterapia, cromoterapia, musicoterapia, uso do chuveiro ou banheira e a caminhada. O Samaritano Higienópolis tem à disposição para esse atendimento uma equipe multidisciplinar especializada em obstetrícia formada por enfermeiras, médicos, além de uma rede de apoio com nutricionistas, fonoaudiólogas, fisioterapeutas, farmacêuticos e psicólogos.

A unidade tem um regime de alojamento conjunto para a mãe, recém-nascido e acompanhante por 24 horas até a alta hospitalar. “Esse sistema hospitalar humanizado permite o contato entre mãe e filho, favorecendo o relacionamento e contribuindo para o estreitamento do vínculo entre os dois nas primeiras horas pós-parto”, ressalta a especialista.

Todo parto, normal ou não, é assistido por médicos e enfermeiras obstetras, e toda mulher é apoiada na sua Golden Hour ou primeira na hora do recém-nascido, para que a mãe e seu bebê possam estar juntos, facilitando o contato pele a pele, com assistência da pediatria durante todo o tempo de internação. Segundo a OMS, esse contato deve ser estimulado o mais cedo possível, pois facilita a amamentação, reduz os índices de mortalidade e traz muitos benefícios para ambos.

Com infraestrutura completa e assistência multidisciplinar de excelência, a instituição também possui atenção voltada para bebês prematuros e gestações múltiplas com retaguarda de UTI neonatal e UTI Adulto para atender parturiente e recém-nascido.

Kommentare


bottom of page