Buscar

Home office deverá ser valorizado mesmo após a pandemia de Covid-19

Atualizado: Jul 7

Professora Heliani Berlato é a entrevistada do podcast Estação Esalq que trata sobre o tema


Via Assessoria

Aulas à distância, trabalho home office, reuniões virtuais. A pandemia de Covid-19 transformou de forma imediata o formato de inúmeras atividades profissionais. Esse é o tema de mais uma edição do podcast Estação Esalq, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP).

Para falar sobre os impactos da pandemia sobre as relações de trabalho, o jornalista Fabiano Pereira conversa com a Heliani Berlato, docente do Departamento de Economia, Administração e Sociologia e coordenadora do Grupo de Estudos de Carreira, Organizações e Pessoas (Gecop) da Esalq. Ela responde perguntas sobre o valor do capital humano para a manutenção das empresas, a questão do trabalho em home office e jornada de trabalho.

Segundo a professora Heliani, o mundo do trabalho deverá valorizar a flexibilização do modelo profissional e destacar a atuação por metas e projetos. "Essa situação nos mostra que o trabalhador continua sendo o grande capital das organizações e a resistência com relação ao modelo home office tende a diminuir e a gestão por competências deverá ser mais valorizada".

Heliani Berlato I Imagem: arquivo pessoal

A entrevista na íntegra também pode ser acessada no Facebook.

Como ouvir o Estação Esalq

O podcast Estação Esalq com a professora Heliani Berlato pode ser ouvido aqui e também está disponível no Spotify, na Apple Podcasts, no Google Podcast e no site

É possível também ouvir apenas um episódio em streaming ou baixar qualquer episódio para ouvi-lo offline.

13 visualizações

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br