Buscar
  • Redação JBA

Festival propõe maneiras de reinventar os espaços da cidade

O público vai poder conferir rodas de conversas, oficinas, projeções mapeadas, filmes e exposição virtual colocando artistas, urbanistas e agentes dos territórios em diálogo. O evento é gratuito com transmissão on-line.


Como criar, reinventar e ocupar os espaços da cidade? Essa é a proposta do Instituto A Cidade Precisa de Você, que procura ressignificar a relação entre o meio urbano e a população por meio de ações que ampliem o olhar para a cidade, os espaços públicos e suas manifestações culturais. O Instituto, sem fins lucrativos, reúne pessoas interessadas em promover a articulação e a ativação dos espaços públicos.


Incorporando essa ideia, entre os dias 11 e 14 de março, acontece o III Festival A Cidade Precisa De Você: Cultura, Memória e Pertencimento na Cidade. O evento será realizado gratuitamente com transmissão no site e pelo Youtube. Oficinas e provocações serão feitas pelo ZOOM e precisam de inscrições prévias por um formulário disponibilizado no site.


A programação gira em torno de três eixos: Patrimônio e Identidade; Resistências e Invisibilidades; Co-criação e Participação - envolvendo uma série de atividades como rodas de conversa, oficinas, projeções mapeadas, filmes e uma exposição virtual. A equipe do festival é composta por Marcella Arruda como diretora geral e curadora, as curadoras Camila Sawaia, Karen Martini e Maytê Coelho, Julieta Regazzoni e Heloisa Sobral na produção executiva.


O público vai poder participar de um leque múltiplo de atrações como o sarau de abertura, com poetas e poetisas de diversas manifestações culturais da cidade; oficinas com coletivos como o Dodecafônico, ODEC, Locals e Cidade para Crianças; lançamento do livro Fazer Juntos, de Laura Sobral, que discute estratégias para uma gestão inclusiva de bairros; filmes como Cidades Afetivas, Era o Hotel Cambridge, Incomuns e Visionários da Quebrada; uma exposição virtual com curadoria de Laura Rago, que traz provocações sobre pensar a cidade por meio da cultura; e projeções mapeadas em diferentes pontos da cidade, executadas pelo Coletivo Coletores. São 27 atividades no total, veja abaixo a programação completa.


Para as curadoras, São Paulo sempre foi marcada por ações culturais e políticas de resistência, de coletivos criando narrativas, criativas e críticas. “Esses movimentos são responsáveis por tensionar sistemas, criando reflexões e nos provocando a construirmos juntos memórias de futuros possíveis. Acreditamos que a arte, em suas mais diversas formas e linguagens, está em profundo diálogo com o ambiente cotidiano, servindo como ferramenta no fortalecimento de lutas identitárias e imaginação de novos sistemas socioespaciais. Nesse sentido, o festival se propõe a criar espaços de diálogo, visibilidade e imaginação coletiva, em criação conjunta a estes grupos - artistas, ativistas, articuladores locais, técnicos, servidores públicos”.


“É fundamental que tenhamos um espaço de produção de cultura na forma de um encontro vivo e político, sustentando o diálogo sobre o direito à memória e à cidade - ainda mais em São Paulo, onde 'tudo é construção, mas já é ruína', como bem diz Caetano Veloso. Uma metrópole atravessada por apagamentos históricos, na qual os habitantes das periferias são frequentemente privados de seus direitos, e onde o direito à existência é para poucos. A arte e a cultura se manifestam como um meio de liberdade de expressão e de existência, criando identidades coletivas e pertencimento em um lugar que acolhe a todos”, ressalta Marcella Arruda.


A primeira edição do Festival A Cidade Precisa de Você foi realizada em 2017, onde foram trabalhados os conceitos de Inovação, Democracia e Diversidade na Cidade. Já na segunda, em 2018, foram pensadas formas de se construir brincando uma cidade educadora. A nova edição tem apoio do edital 40/2020 do PROAC LAB Aldir Blanc, Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo e do Governo Federal.


O festival chega em um momento em que a consciência individual e coletiva precisam caminhar em consonância, ainda mais neste contexto de pandemia global do Coronavírus. “Acreditamos no olhar de Paulo Freire sobre a conscientização: que é necessário que os indivíduos possam ter uma consciência crítica do contexto em que habitam, mas também que se descubram como sujeitos ativos de transformação deste contexto. Para que tenhamos uma cidade mais justa, sustentável e democrática, é fundamental que possamos apoiar a criação de uma cultura de cidadania ativa, onde cada um de nós pertença a esse projeto coletivo. A pandemia global nos obriga uma retração, mas também pede uma volta ao uso dos espaços públicos com maior cuidado e co-responsabilidade”, revela Marcella Arruda.


No arquivo abaixo você confere a programação completa!

III_precisa_de_vc
.pdf
Download PDF • 242KB

Serviço:

III Festival A Cidade Precisa De Você: Cultura, Memória e Pertencimento na Cidade

De 11 a 14 de março de 2020.

Programação completa no site

facebook.com/acidadeprecisadevoce

Instagram: @acidadeprecisadevoce

Grátis

7 visualizações0 comentário