Buscar
  • Redação JBA

Exposição pública na Av. Paulista chama atenção para o Setembro Amarelo

Na Direção da Vida” traz pinturas e escultura de dois metros inspiradas em histórias de pacientes com depressão. Projeto acolhido pela Pfizer em parceria com a ABRATA, leva mostra para a frente do MASP durante todo o mês de setembro de 202

Imagem: Divulgação

Inaugura no próximo dia 01 de setembro a exposição Novos Talentos da Pintura: Na Direção da Vida” como parte das ações mundiais para chamar a atenção da sociedade para as causas do Setembro Amarelo. Idealizada pelo produtor cultural Igor Cayres, com pinturas da artista plástica Alice Vilhena (em co-criação com um time de novos artistas) e uma escultura de grande formato produzida por Patrício Cordeiro, a mostra fica durante todo o mês de setembro para a calçada da Casa das Rosas, na Avenida Paulista 37.

A obra Os Girassóis criada por Van Gogh (1888) é o símbolo de um dos momentos em que o pintor impressionista holandês se sentiu mais feliz em sua vida, que foi marcada por momentos de depressão. A flor serviu, assim, de inspiração para que Igor Cayres, nome referencial na produção cultural do país, idealizasse a exposição Na Direção da Vida, que procura, como a flor, iluminar o caminho de quem convive com transtornos mentais e contribuir para quebrar preconceitos e estigmas na sociedade.

A mostra é patrocinada pela Pfizer, em parceria com a ABRATA (Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos), por meio Lei Federal de Incentivo à Cultura, e integra as iniciativas da campanha Na Direção da Vida, criada pelos apoiadores da exposição em contribuição ao Setembro Amarelo, mês de combate ao suicídio.

“O objetivo da campanha é abrir e manter o diálogo sobre o tema e estimular um ambiente de acolhimento para pessoas que, muitas vezes, não buscam apoio por falta de informação, por medo, insegurança ou vergonha de serem estigmatizadas”, diz Marjori Dulcine, diretora médica da Pfizer Brasil

“Queremos dialogar sobre depressão e transtorno bipolar porque são condições que podem levar ao suicídio. A exposição deve ser um alerta para quem precisa de ajuda e para o familiar que pode identificar o problema”, explica Igor Cayres, produtor e curador da exposição.

Girassóis na Avenida Paulista

Os cinco painéis foram criados pela pintora Alice Vilhena, de Jundiaí, a partir de depoimentos de pacientes que convivem com distúrbios que causam depressão. “Sou conhecida pelos quadriculados e tridimensionalidade, mas deixei meu estilo de lado para incorporar a experiência do outro, expressar visualmente o sentimento da pessoa”. Alice, porém, também conhece bem estas histórias, pois na sua escola de artes já teve alunos com transtornos mentais que utilizaram a pintura como terapêutica complementar. Os primeiros painéis fazem parte da primeira parte do projeto, que contará com outras obras produzidas por jovens pintores, os “novos talentos da pintura”.

O escultor Patrício Cordeiro, um talento de Pirapora de Bom Jesus (SP), apresenta em sua escultura chamada “De Corpo e Alma”, de 2 metros de altura por 1,70 de diâmetro, a percepção do que leu nos depoimentos: a superação. “Nessa peça dei um ar de felicidade para ressaltar que é possível vencer a depressão. A obra é surrealista, ou seja, parece viva e estamos falando disso: o milagre de vida”, conta.

O projeto é coordenado pela Yabá, consultoria que atua como uma ponte que conecta o setor público ao privado e à sociedade civil organizada, orquestrando toda a iniciativa. “Aqui na Consultoria, concebemos ideias e geramos bons projetos que contribuem para a prosperidade e transformação da sociedade. Respeitamos as diferenças e partimos do princípio de que é possível impactar a vida de muitas pessoas com dedicação e trabalho de qualidade”, diz Andrea Moreira que criou a Yabá após 20 anos trabalhando em departamentos de Sustentabilidade, Investimento Social e fortalecimento de políticas públicas de grandes corporações.

Saiba mais em: https://www.talentosdapintura.com.br

Serviço:

Exposição “Na Direção da Vida” Quando: de 1º a 30 de setembro. Artistas: Pinturas de Alice Vilhena e escultura de Patricio Cordeiro Produtor e Curador: Igor Cayres Projeto apoiado por meio Lei de Incentivo à Cultura pela Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos (ABRATA) Website: https://www.talentosdapintura.com.br

6 visualizações0 comentário