Buscar
  • Redação JBA

Exposição Acolhidos destaca o percurso de pessoas refugiadas e migrantes da Venezuela

Mostra fotográfica integra o calendário cultural do CCBB SP e estará aberta ao público na Torre Matarazzo ao longo de junho, mês em que se comemora o Dia Mundial do Refugiado

Depois de passar por Brasília, em 2021, e contar com um público de 15 mil visitantes, a exposição fotográfica Acolhidos: o percurso da Venezuela à integração no Brasil, chega à capital paulista para destacar a trajetória de refugiados e migrantes venezuelanos rumo à integração econômica e social no Brasil, a partir de histórias reais de pessoas que atravessaram a fronteira em Roraima, nos últimos anos, em busca de oportunidades para reconstruírem suas vidas em um novo país.


Quem assina o acervo é o fotógrafo italiano Antonello Veneri, que reside no Brasil há doze anos. Para ilustrar o trajeto percorrido por essas famílias, desde que chegaram ao Brasil, até a conquista de sua autonomia, Veneri cruzou a fronteira com a Venezuela, visitou os abrigos da Operação Acolhida, em Roraima, e percorreu diversas cidades, como Brasília, no Distrito Federal, Concórdia e Seara, no Oeste catarinense – lugares que receberam grupos de venezuelanos, após contratações de trabalho intermediadas pelo projeto social Acolhidos por meio do trabalho, da ONG AVSI Brasil.


Na exposição, o visitante poderá contemplar fotografias e retratos; ler depoimentos de pessoas entrevistadas, além de contar com recursos audiovisuais que proporcionam uma reflexão sobre refúgio, migração e acolhimento no Brasil. A exposição conta ainda com um espaço educativo e terá a apresentação de vídeos com depoimentos do fotógrafo sobre os bastidores desta experiência.


A mostra Acolhidos: o percurso da Venezuela à integração no Brasil tem a curadoria de Benedetta Fontana e é realizada pela AVSI Brasil (Associação Voluntários para o Serviço Internacional Brasil, com recursos financiados pelo Escritório de População, Refugiados e Migração (PRM) do governo dos EUA. Para a edição de São Paulo, a exposição conta com o patrocínio da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) que gerencia abrigos temporários para pessoas refugiadas e migrantes da Venezuela e apoia a estratégia de interiorização para outras localidades do Brasil, no âmbito da Operação Acolhida; e pela Fundação Bernard van Leer, que executa o projeto Integração local de refugiados venezuelanos com foco na Primeira Infância, em Roraima e Brasília, para atuação em todo o território nacional, em parceria com ACNUR, AVSI Brasil e Ministério das Cidades.


A iniciativa tem o apoio institucional do Consulado da Itália no Brasil, Organização Internacional para as Migrações (OIM), Rede Brasil do Pacto Global, e da Casa Civil da Presidência da República, que coordena as ações da força-tarefa Operação Acolhida.


Em São Paulo, a exposição integra o calendário cultural do CCBB SP (Centro Cultural Banco do Brasil), parceira na realização do evento, e estará aberta ao público até 26 de junho, todos os dias da semana (das 8h às 20h), e também aos sábados, domingos e feriados (das 10h às 18h), no edifício do Banco do Brasil (avenida Paulista, 1230).


Nos dias 27, 28 e 29 de maio, o fotógrafo Antonello Veneri irá realizar visitas guiadas e apresentar a exposição para visitantes, em dois horários (10h às 12h e das 15h às 17h). O evento é gratuito e a classificação etária é livre. O espaço prevê todos os protocolos de segurança e controle preventivos à Covid-19.


Exposição ACOLHIDOS: o percurso da Venezuela à integração no Brasil

Local: Edifício Banco do Brasil (Torre Matarazzo). Lobby central

Endereço: Av. Paulista, 1230, Bela Vista, São Paulo

Período: 27 de maio a 26 de junho de 2022

Horário: Segunda à sexta (8h às 20h). Sábados, Domingos e Feriados (10h às 18h)

Entrada: Gratuita Classificação etária: livre

Visitas guiadas com o fotógrafo Antonello Veneri nos dias 27, 28 e 29 de maio. Das 10h às 12h e das 15h às 17h. Gratuito.