Buscar
  • Roberto Maia

Emirados Árabes Unidos são o provável destino do Mundial de Clubes FIFA 2021

Por Roberto Maia


A pandemia da Covid-19 continua atrapalhando os planos relacionados aos torneiros de futebol em todo o mundo. Depois de realizar os Jogos Olímpicos e os Paralímpicos sem a presença de público, o Japão anunciou, no início de setembro, que não irá sediar o Mundial de Clubes FIFA deste ano, que estava marcado para ser realizado entre os dias 9 a 19 de dezembro. O motivo alegado foram as restrições impostas pela pandemia do coronavírus.


País que mais recebeu o Mundial de Clubes – oito vezes -, o Japão voltaria a sediar o torneiro após quatro edições: Emirados Árabes Unidos (2017 e 2018) e Catar (2019 e 2020).

Mundial de Clubes FIFA 2021 deverá ser o último realizado no formato atual e o próximo deverá ter 24 clubes. (Foto: FIFA/divulgação)

Com a desistência dos japoneses teve início a uma série de especulações sobre o novo destino do torneio. O primeiro país a demonstrar interesse em receber o Mundial de Clubes foi a África do Sul, que sediou o torneiro nos anos de 2013 e 2014, quando os jogos foram realizados em Marrocos.


Essa semana foi a vez do Rio de Janeiro surgir como candidato, após o prefeito Eduardo Paes anunciar o interesse em uma live. O Flamengo, atual bicampeão brasileiro e disputando a semifinal da Copa Libertadores da América, logo se posicionou a favor da ideia. Afinal, o rubro-negro estaria dentro do Mundial mesmo que não conquiste o torneiro continental, entrando como time convidado do país-sede.


Mas tudo indica que o Mundial de Clubes de 2021 deverá ser disputado nos Emirados Árabes Unidos. É o que jornais internacionais e sites especializados vêm publicando nos últimos dias, inclusive com a provável data: fevereiro de 2022. A FIFA ainda não confirmou nem o local e nem a data.


A última vez que o Mundial de Clubes foi realizado nos Emirados Árabes Unidos foi em 2018, oportunidade em que a taça ficou com o Real Madrid.


Não fosse a pandemia, que adiou os planos da FIFA, o Mundial de Clubes 2021 já seria realizado em um novo formato com a participação de 24 times, representando todas as confederações de futebol do mundo. Provavelmente, os jogos seriam realizados na China.

O Corinthians foi o último clube brasileiro a conquistar o Mundial de Clubes, em 2012, no Japão. (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Dentro do novo formato, oito equipes seriam da Europa, seis da América do Sul, três da Ásia, três da África e três da Concacaf (América do Norte, América Central e Caribe), além de um da Oceania. O novo Mundial seria disputado com as equipes divididas em oito grupos de três, sendo que só a primeira de cada um avançaria de fase.


A FIFA informou inicialmente que o novo Mundial de Clubes seria disputado a cada quatro anos, tal como ocorre com a Copa do Mundo. O que já não dá para garantir, até porque a entidade já fala em realizar a Copa de Seleções a cada dois anos. Como os interesses econômicos definem os caminhos, o negócio é esperar para ver.



Roberto Maia é jornalista e cronista esportivo. Iniciou a carreira como repórter esportivo, mas também dedica-se a editoria de turismo, com passagens por jornais como MetroNews, Folha de São Paulo, O Dia, dentre outros. Atualmente é editor da revista Qual Viagem e portal Travelpedia.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo