Buscar
  • Rede D'Or

Drogas e Alcoolismo: D’Or Consultoria lança campanha de conscientização e alerta

Por Rede D'Or

O consumo de álcool e drogas disparou no Brasil nos últimos dois anos, potencializado pelos danos psicológicos da pandemia. Este mês, o tema ganha destaque com o Dia do combate às Drogas e Alcoolismo, em 20 de fevereiro e a D’Or Consultoria, empresa do Grupo Rede D’Or São Luiz, aproveita a data e traz a campanha: “Não é fácil, mas tem saída”.


De acordo com levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro do Fígado (Ibrafig), 55% da população brasileira tem o hábito de ingerir bebidas alcoólicas, sendo que 17,2% declararam que durante a pandemia, elevaram os níveis, associado a quadros de ansiedade graves por conta do isolamento social.


Outra pesquisa, a edição especial da Global Drug Survey sobre a Covid-19, afirma que o Brasil registrou um aumento de 17,2% no consumo de maconha e 13,5% no consumo de álcool em 2020. Os dados da pesquisa ainda apontam um salto de 7,4% no uso de cocaína e de 12,7% no uso de remédios para ansiedade, como Diazepam e Clonazepam.


Um labirinto com saída

A campanha reforça que o primeiro passo para a pessoa que deseja se libertar do vício é reconhecê-lo, assim como as consequências que pode trazer, buscando mudar hábitos.


“O conceito criativo da campanha mostra a figura de um labirinto para ilustrar que, por mais complexo que possa ser, com inúmeros caminhos e armadilhas, há a possibilidade de não se perder e encontrar, de fato, diversas alternativas para sair dessa situação’, explica Victor Davi, coordenador de Marketing e Comunicação da D’Or Consultoria.


O acompanhamento médico também é necessário, pois, em muitos casos, pode ser necessário o uso de medicamentos que ajudam a controlar a síndrome de abstinência e impedem os avanços de doenças psiquiátricas. Para o tratamento é indicado terapia, ter o apoio das famílias e amigos, alimentação saudável e praticar atividade física.


“Os dados indicam que as substâncias estão sendo utilizadas como válvulas de escape nesta pandemia. Vale lembrar que bebidas alcoólicas e drogas levam à dependência e, em muitos casos, doenças graves”, afirma Sérgio Hércules, médico e superintendente de Gestão de Saúde Médica da D’Or Consultoria.


A cirrose hepática é, hoje, no Brasil, a principal causa de mortes atribuída ao álcool e mata mais que embriaguez ao volante.