Buscar
  • Redação JBA

Dezembro Laranja: saiba qual protetor solar funciona para cada tipo de pele

Especialista explica os danos provocados pelas radiações UV e reforça o uso dos filtros solares

Imagem: Freepik

O Dezembro Laranja é uma campanha nacional organizada pela SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), que tem como objetivo alertar sobre os riscos do câncer de pele e as precauções necessárias para prevenir a evolução da doença. De acordo com os dados revelados pela entidade, os tumores na região cutânea foram responsáveis pela morte de aproximadamente 30 mil pessoas no Brasil entre os anos de 2008 e 2017.


Um dos maiores aliados da prevenção do câncer de pele são os protetores solares. A esteticista dermaticista Patrícia Elias explica que existem dois tipos de radiação ultravioleta que atravessam a atmosfera: UVA e UVB. No entanto, o sol também emite a radiação UVC, mas não chega na superfície terrestre, pois é absorvida pela camada de ozônio presente na atmosfera. “As radiações UVA e UVB podem penetrar a pele e prejudicar o DNA das células, favorecendo o surgimento de tumores, manchas de pele, envelhecimento precoce, formação dos radicais livres, queimaduras", explica a especialista.


Entre as dicas compartilhadas pela SBD, o uso diário e contínuo dos filtros solares é unânime não apenas na praia, mas todos os dias no cotidiano, de manhã e durante a tarde. “Alguns protetores solares possuem Vitamina C em sua fórmula, potencializando o produto e ajudando a estimular o colágeno da pele, além de combater os radicais livres", aponta Patrícia. “Alguns protetores possuem a molécula do ácido hialurônico, que ajuda na hidratação, enquanto outros têm vitaminas, minerais e substâncias que tratam acne, clareiam as manchas, controla a oleosidade entre outros”.


Um bom protetor solar precisa ser foto estável e ter proteção contra a luz visível, além de possuir substâncias específicas para cada tipo e estado de pele. Pode ser físico, químico ou misto, o importante é usar para manter a pele saudável e bonita. A esteticista ajuda na busca do protetor solar específico para cada tipo de pele. Confira:


Pele oleosa: são indicados protetores em gel ou com maior concentração de água, porque proporcionam um toque mais seco.

Pele seca: o ideal são os protetores cremosos, com mais óleo do que água em sua base, porque além de proteger também hidrata.

Pele mista: o recomendado é que a base tenha concentração alta tanto de água quanto de óleo, mas com um toque aveludado, mais seco, porque a pele mista apresenta oleosidade maior na zona da testa, queixo e nariz.

Peles sensíveis: são indicados produtos para peles delicadas, porque irão acalmar a pele, além de proteger.


A chegada do verão é um alerta dos especialistas, uma vez que durante a época mais quente do ano a exposição ao sol aumenta involuntariamente. Mesmo que os raios ultravioletas sejam mais fortes durante essa estação, é fundamental conscientizar a população todos os meses do ano, independente do clima.