Buscar
  • Redação JBA

Coworking solidário no Brooklin troca horas do espaço por doação aos seu assistidos

A iniciativa é da Fundação Dona Paulina de Souza Queiroz que atende pessoas com síndrome de Down e outras deficiências intelectuais

Sala de reunião disponível no coworking Fundação Dona Paulina de Souza Queiroz (Imagem: Divulgação)

Em tempos de home office e crianças em casa, tem dias que faz falta um escritório, ou mesmo uma sala de reunião. Os espaços de coworking são excelentes alternativas para quem precisa usar um espaço por algumas horas para trabalhar.


As opções espalhadas pela cidade são diversas, mas a Fundação Dona Paulina de Souza Queiroz tem uma proposta inédita: o pagamento das horas pelo uso do local é revertido para custear as despesas dos atendidos carentes da Fundação.


A Fundação Dona Paulina de Souza Queiroz atende pessoas com deficiência intelectual e TEA (Transtorno do Espectro Autista), que estão entrando em processo de envelhecimento. O espaço tem capacidade para 140 alunos, sendo que uma cota é destinada a quem não tem condições de pagar pelas atividades de estimulação cognitiva, trabalho, lazer, esporte e cultura.


As salas de coworking ficam dentro da própria Fundação. Há oito estações de trabalho, com capacidade para oito pessoas, além de uma sala de reunião para 20 pessoas e um auditório equipado para 60 pessoas. Todos os espaços são equipados com ar condicionado.


No local, há também um delicioso Recanto do Café, para a hora de dar aquela pausa no trabalho. E um Gazebo, no qual os usuários do coworking podem aproveitar para trabalhar nos dias ensolarados, curtindo a natureza.


A Fundação Dona Paulina de Souza Queiroz está localizada na Avenida Vereador José Diniz, 2436, no Brooklin (São Paulo). O coworking funciona das 08 às 17 horas. E os valores por hora custam a partir de 30 reais.


Mais informações pelo telefone/WhatsApp: 11 99103-2148.

64 visualizações0 comentário