Buscar
  • Roberto Maia

Corinthians assume a liderança do ranking nacional de futebol feminino

Por Roberto Maia


Enquanto o treinador Vagner Mancini não consegue fazer o time do Corinthians engrenar, o futebol feminino do clube tem motivos de sobra para comemorar. Essa semana, a Confederação Brasileira de Futebol divulgou o novo ranking nacional de clubes de futebol feminino e o Timão aparece - pela primeira vez - na liderança da classificação. As garotas alvinegras subiram duas posições em relação ao ano anterior.


O time de futebol feminino do Corinthians lidera com 10.792 pontos e está 1.576 pontos à frente da Ferroviária, que ocupa a segunda colocação. Na temporada anterior, o clube paulista figurava na terceira colocação. Para chegar ao topo o Corinthians conquistou o Campeonato Brasileiro de 2020, a Copa Libertadores de 2019 e ficou em segundo lugar no Brasileirão de 2019.

O Corinthians é o atual campeão brasileiro no futebol feminino. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

De acordo com a CBF, o ranking leva em consideração o desempenho dos clubes em competições realizadas nas últimas cinco temporadas. Em apenas dois anos, o Corinthians subiu de nono para a primeira colocação.


Em 2021, sob o comando do treinador Arthur Elias, o time feminino do Corinthians disputou a Copa Conmebol Libertadores Feminina 2020. Após uma primeira fase arrasadora, onde marcou 38 gols em apenas quatro jogos, o Timão foi eliminado na semifinal pelo o América de Cali na disputa por pênaltis, após empatar o jogo por 1 a 1. O time ficou na terceira colocação do torneio com 39 gols marcados e apenas um sofrido.


Atual potência da modalidade, o Corinthians venceu a Libertadores em 2017 e 2019. Agora o elenco se prepara para a disputa do Campeonato Brasileiros de 2021, que terá início no próximo dia 17 de abril. A estreia será em casa diante da equipe do Napoli (SC), às 19h, na Fazendinha. A temporada ainda tem o Campeonato Paulista e a Copa Libertadores a serem disputados no ano.

Lançada dm 2018, a campanha tem o objetivo de sensibilizar a sociedade para o combate ao assédio sexual e violência contra a mulher. (Imagem: Corinthians/Divulgação)

O excelente desempenho das jogadoras corinthianas foi reconhecido e rendeu homenagens. No dia 31 de março, a Neo Química Arena trocou seu nome por “Das Minas Arena”. No início da noite, os nomes das atletas e das mulheres que compõem a comissão técnica do time feminino do Corinthians foram projetados no imenso telão localizado na área externa do setor Leste da arena.


A Neo Química também convidou sua embaixadora, a jogadora Marta, para entregar uma placa comemorativa à jogadora Ingryd Lima, que marcou o primeiro gol olímpico corinthiano na arena.



Roberto Maia é jornalista e cronista esportivo. Iniciou a carreira como repórter esportivo, mas também dedica-se a editoria de turismo, com passagens por jornais como MetroNews, Folha de São Paulo, O Dia, dentre outros. Atualmente é editor da revista Qual Viagem e portal Travelpedia.


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo