Buscar
  • Redação JBA

Copa Sul-Americana com novo formato e prêmio milionário

Por Roberto Maia


É certo que os torcedores brasileiros torcem o nariz quando seus times têm que disputar a Copa Sul-Americana, segundo torneiro mais importante da América do Sul. E o motivo é óbvio. Significa que não se classificaram para a Libertadores da América. E que terminaram o Brasileirão no meio da tabela. Não raro chamam o torneio de Série B da Libertadores.


Entretanto, na edição de 2021, a Sul-Americana passa a ter um atrativo maior: a premiação. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) resolveu aumentar o montante que será distribuído entre as equipes participantes. Serão US$ 59 milhões (cerca de R$ 319,8 milhões). O aumento foi de US$ 11,8 milhões em relação ao total do prêmio pago em 2020. Então, esse ano, o campeão da Sul-Americana embolsará até US$ 6,8 milhões (cerca de R$ 36,8 milhões).

Hérnán Crespo, agora no São Paulo, com a taça de campeão da Copa Sul-Americana conquistada pelo Defensa y Justicia (Foto: Reprodução Twitter Conmebol Sudamericana)

Outra novidade no torneiro desse ano será o formato de disputa, que também aumenta o número de jogos, que passa de 105 para 157. O novo modelo deixa a competição muito parecida com a Libertadores, inclusive com fase preliminar e fase de grupos. Os mata-matas ocorrerão apenas a partir das oitavas de final.


Na fase preliminar os confrontos ocorrerão apenas entre times do mesmo país em jogos de ida e volta. Exceção para os times da Argentina e do Brasil que ficam de fora dessa fase.

Da fase preliminar sairão 16 times, que se juntarão às seis equipes argentinas e seis brasileiras, além das quatro eliminadas da terceira fase da Copa Libertadores. Serão oito grupos com quatro times definidos através de sorteio.


O primeiro colocado de cada grupo seguirá na disputa passando à fase dos mata-matas. Eles enfrentarão as equipes terceiras colocadas nas oitavas de final da Libertadores.

A final da Sul-Americana será disputada em jogo único no dia 6 de novembro. O local ainda não foi definido.

Entre as equipes brasileiras que conquistaram a Sul-Americana, a Chapecoense ficou com a taça em 2016 (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

O atual campeão do torneio é o Defensa y Justicia da Argentina, que era comandada pelo treinador Hernán Crespo, agora no São Paulo. Os times brasileiros que já ganharam a competição são o Internacional (2008), São Paulo (2012), Chapecoense (2016) e Athletico-PR (2019).



Roberto Maia é jornalista e cronista esportivo. Iniciou a carreira como repórter esportivo, mas também dedica-se a editoria de turismo, com passagens por jornais como MetroNews, Folha de São Paulo, O Dia, dentre outros. Atualmente é editor da revista Qual Viagem e portal Travelpedia.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br