top of page
Buscar

Conheça os transtornos mentais infantis pouco conhecidos

Diversos transtornos mentais afetam crianças e jovens no Brasil e no mundo, os mais comuns entre eles são o TEA (Transtorno do Espectro Autismo), que segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), atinge cerca de 2% da população no Brasil, e o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), que de acordo com a entidade, está presente em 4% das pessoas no país.

Além desses “velhos conhecidos” - existem transtornos que também afetam as crianças e são relativamente comuns, mas não são tão conhecidos como o autismo ou o TDAH, fato que pode agravar a situação de alguns pacientes. “Diversos transtornos mentais afetam as crianças e os jovens e como qualquer outro, é importante que os pais estejam sempre atentos aos sinais para um diagnóstico precoce, facilitando o tratamento”, explica o Dr. Sérgio Rocha, médico psiquiatra e diretor da Clínica Revitalis. Nesse caso, podemos incluir o Transtorno Desafiador de Oposição, Transtorno do Desenvolvimento da Linguagem e o Transtorno de Conduta.

Quando os pais ou responsáveis notam algum comportamento diferente, é importante procurar um especialista o quanto antes, pois muitas vezes os sintomas podem ser confundidos com atitudes comuns da infância, dificultando o diagnóstico e, consequentemente, atrasando o tratamento. “Começar a tratar no início aumenta a chance de o transtorno ser controlado, possibilitando melhor qualidade de vida do paciente”.

Mas afinal, que transtornos são esses e como identificar cada um? Para ajudar, o Dr. Sérgio listou alguns deles. Confira:


TOD - o Transtorno Desafiador de Oposição, ou Transtorno Opositivo-Desafiador (TOD), apesar de relativamente comum, não é muito conhecido, ou seja, pouco se fala sobre ele. Segundo o Dr. Sérgio Rocha, essas crianças são respondonas e bastante teimosas, podendo desafiar outras pessoas. “Os sintomas do TOD, apesar de semelhantes, ainda não podem ser considerados traços maduros da personalidade”, comenta ele. Ainda de acordo com o especialista, as pessoas com TOD choram e se irritam com muita facilidade quando são contrariadas. “Isso acaba atrapalhando o convívio delas na escola, com a família e amigos”, complementa. Entre os sintomas, podemos destacar o fato dessas crianças discutirem com jovens, importunar outras pessoas, provocar adultos e colegas, não saber expressar emoções intensas sem gritar e brigar com amigos.


TDL - relacionado às dificuldades persistentes na fala e no desenvolvimento da linguagem de crianças, o Transtorno do Desenvolvimento da Linguagem (TDL), pode estar relacionado a falta de incentivo da fala ou até mesmo ser um sintoma inicial do autismo. “Estamos falando de um transtorno menos comum do que o TOD, mas que afeta muitas crianças. O diagnóstico costuma acontecer por volta dos 3, quando os pais passam a estranham o atraso na fala dos filhos. Por isso, é muito importante ficar atento a isso, afinal, quanto antes o diagnóstico, mais eficaz será o tratamento”, explica o Dr. Rocha.


Transtorno de Conduta - as crianças e os adolescentes que sofrem com o transtorno de conduta têm comportamentos inadequados, agindo de modo violento e egoísta. “Essas pessoas parecem não ficar constrangidas com atitudes como furtar objetos, gritar e fazer birra, praticar bullying e desrespeito regrar”, explica o Dr. Rocha. O especialista comenta que, nos casos dos adolescentes, o transtorno pode ser perigoso, já que muitas vezes os jovens estão cometendo atos que podem render problemas com a lei. “Por isso é ainda mais importante o diagnóstico e tratamento precoce”, complementa ele. Na adolescência, as pessoas que possuem esse tipo de transtorno podem cometer furtos, roubos, destruir ou invadir propriedades alheias e cometer incêndios, entre outros.


Comments


bottom of page