top of page
Buscar

Civic Híbrido estreia no Brasil

Por Vito Zanella


Civic chega na 11ª geração em versão única e tecnologia e:HEV. Produzido na Tailândia, a vinda do Civic Híbrido dá sequência ao plano de eletrificação da marca no mercado brasileiro. Segundo a Honda, com o uso de um sistema de dois motores elétricos de alta eficiência, combinados a um motor 2.0 a combustão, de ciclo Atkinson, o e:HEV proporciona uma diferenciada experiência de condução, com aceleração e respostas vigorosas, combinada a um consumo de combustível excepcional. Melhorias estruturais destinadas a ampliar a segurança passiva do motorista e passageiros são complementadas pelo Honda SENSING, que equipa o Civic Híbrido pela primeira vez no Brasil. O modelo também traz diversas tecnologias e equipamentos que aumentam a praticidade, conforto e conectividade a bordo, com especial destaque ao myHonda Connect, que conecta o motorista ao seu carro, via aplicativo no smartphone. O preço público sugerido é de R$ 244.900,00.


No projeto do Civic Híbrido, a engenharia da Honda buscou criar uma carroceria de estilo empolgante com três volumes bem definidos. O conceito “Low&Wide” tem a linha de cintura bem demarcada, o que dá impressão de maior largura e esportividade, sensação acentuada pela ampliação da área envidraçada, o que também promove melhor visibilidade. O significativo aumento da distância entre-eixos (35 mm), a redução do balanço traseiro e a menor abertura das caixas de roda deram ao Civic Híbrido um aspecto agressivo e moderno, onde detalhes como as novas maçanetas e espelhos retrovisores imprimem discreta, mas significativa, elegância. As linhas do para-choque e do capô confirmam a nova interpretação dada ao design do Civic Híbrido, conectando visualmente faróis e lanternas iluminados por LED. Estes, por sua vez, exibem assinatura luminosa com formas similares entre si. O design arrojado das rodas de 17 polegadas reforça a esportividade do modelo.


No interior, de elevado padrão, destaca-se a horizontalidade do painel, cujo posicionamento baixo e estilo limpo, sem interferência graças aos difusores de ar ocultos, colabora para elevar a percepção de qualidade e favorece a consulta dos instrumentos, posicionados em tela de TFT colorida de 10,2 polegadas. O design da cabine é limpo e moderno, com materiais cuja aparência e tato transmitem alta qualidade e excelência na montagem. O console central inclui porta-copos ao lado das teclas de comando da transmissão e uma ampla área para acomodar smartphones de todos os tamanhos e recarregá-los sem necessidade de cabo. Luminosidade e espaço amplo dão ao motorista e acompanhantes a sensação de relaxamento. Os bancos dianteiros contam com sistema de estabilização corporal, garantindo total conforto mesmo após viagens mais longas. Há ainda ajustes elétricos para motorista e passageiro.


O porta-malas do Civic Híbrido tem 495 litros, um dos maiores em seu segmento. Além de grande é inteligente e prático. Ao destravar a tampa (pelo botão na chave ou na porta do motorista), ela se eleva de maneira controlada até o ponto máximo de abertura. Este movimento é possível por conta da adoção de um sistema de molas de torção que trabalha em conjunto com um amortecedor do tipo mola a gás. Enquanto o primeiro sistema realiza a abertura, o segundo cadencia a velocidade do movimento. A carroceria do Civic Híbrido trouxe benefícios dinâmicos importantes. Os sistemas de direção e de suspensões atuam de modo a alcançar um nível superior de conforto e prazer ao volante. O aumento da distância entre-eixos e a bitola traseira alargada em 12 mm favoreceram a estabilidade.


Tecnologia e:HEV - O sistema de propulsão híbrido e:HEV conta com um motor elétrico de alta potência -- 184 cv e 32,1 kgfm --, que trabalha em conjunto com o motor a gasolina de 2,0 litros de 143 cv de potência a 6.000 rpm e 19,1 kgfm de torque máximo a 4.500 rpm, alimentado por injeção direta, uma das grandes novidades em relação ao que equipa o Accord Híbrido. Já o segundo motor elétrico cumpre função de gerador de energia para a IPU -- Intelligent Power Unit, o compacto conjunto de baterias de íons de lítio posicionado sob o assento do banco traseiro. De acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem, o consumo é de 18,3 km/l na cidade e 15,9 km/l na estrada -- o nível de eficiência energética é de 1,21 MJ/km.


O sistema e:HEV tem três modos de condução - EV Drive, 100% elétrico; Hybrid Drive, elétrico e combustão; e Engine Drive, somente combustão - que se alternam automaticamente em função de fatores como topografia, demanda de acelerador, nível de energia nas baterias, etc. Na grande maioria das situações, o Civic Híbrido é tracionado pelo motor elétrico (EV Drive). O Hybrid Drive é ativado nos momentos de maior pressão sobre o acelerador. Em ambas as situações, o motor a combustão é ativado para girar o motor gerador, suprindo a maior demanda de energia elétrica. A gestão da energia, feita pela PCU (Power Control Unit), gerencia a alta voltagem gerada pela bateria de íons de lítio da IPU. Por fim, o Engine Drive, modo em que a tração é feita prioritariamente pelo motor a combustão. Na prática, o Engine Drive é ativado em situações de velocidades mais elevadas e constantes, ou seja, exatamente a condição em que motores a combustão trabalham em sua zona de máxima eficiência térmica.

Equipamentos - A alta tecnologia empregada no Honda Civic Híbrido destaca a sua conectividade, cujo papel é fundamental para o conforto, praticidade e segurança a bordo. Deste modo, condutor e passageiro dispõem de uma central multimídia com tela de 9”, prática e intuitiva em termos de utilização, seja por toque ou comandos de voz. A central possui ainda Apple CarPlay e Android Auto. Funções como telefone, navegador e controle do sistema de áudio via touchscreen são complementados por comandos físicos das funções “Home”, “Voltar” e “Volume”, facilitando a operação quando com o carro em movimento. A adoção de um painel de instrumentos digital de 10,2” colorido exibe de maneira organizada e personalizável diversas informações sobre a condução, mas sempre priorizando a visualização e compreensão imediata dos dados prioritários, como velocidade, nível de energia armazenado/regenerado e dos dispositivos de gerenciamento do estado geral de funcionamento do veículo. No painel também é possível visualizar a representação gráfica do fluxo de energia do powertrain em tempo real, o que estimula o motorista a uma utilização mais consciente e econômica do Civic Híbrido.


O Civic Híbrido traz diversos outros equipamentos e tecnologias. Fazem parte deste pacote: bancos dianteiros com múltiplos ajustes elétricos para motorista e passageiro e estabilizador corporal, chave com partida remota do motor, central multimídia de 9 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, ar-condicionado dual zone com difusores frontais camuflados, painel digital com 10,2 polegadas, banco traseiro com encosto rebatível, carregador sem-fio para celular, difusores de ar e portas USB iluminadas na traseira, teto solar e limpadores de para-brisa inteligentes.


Segurança - Assim como nos demais modelos da marca, a segurança também é prioridade no Civic Híbrido. O sedan conta com o Honda SENSING, exclusivo pacote de tecnologias de segurança e assistência ao motorista, que se baseia em imagens captadas por uma câmera de longo alcance e de visão grande angular, operada por um microprocessador de imagem de alta capacidade. Ele oferece as seguintes funções: ACC - Controle de cruzeiro adaptativo; CMBS - Sistema de frenagem para mitigação de colisão; LKAS - Sistema de assistência de permanência em faixa; RDM - Sistema para mitigação de evasão de pista; AHB - Ajuste automático de farol.


Além do Honda SENSING, o Civic Híbrido traz, pela primeira vez na Honda, airbags laterais também na traseira. Assim, são oito airbags no total: dois frontais, dois de cortina e quatro laterais (dois na dianteira e, como citado anteriormente, dois na traseira). A lista dos equipamentos de segurança tem ainda: assistente de estabilidade e tração (VSA), LaneWatch (assistente para redução de ponto cego por câmera no espelho retrovisor do lado do passageiro), assistente de partida em rampa (HSA), sistema de acionamento de luzes de emergência em frenagens severas (ESS), sistema Isofix (fixação de assentos infantis), alerta de baixa pressão dos pneus (TPMS), câmera de ré multivisão e sensores de estacionamento na dianteira e na traseira.


Vito Zanella é jornalista e já passou pela redação de diversos jornais de São Paulo. Atuou como editor de algumas revistas e jornais especializados em automóveis, como Hot Motors, Autos & Afins (do MetroNews), Jornal Farol Autos e Bus Magazine, entre outros.

Comments


bottom of page