top of page
Buscar

Cigarro eletrônico pode causar também câncer de cabeça e pescoço

Alerta acontece na semana do Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço (27/7), tipo que pode ter até 40 mil novos casos este ano


Além do câncer no pulmão, os usuários do cigarro eletrônico também podem apresentar tumores cervicais, leucemia, câncer de pele e tireoide.


É o que aponta pesquisa publicada no World Journal of Oncology, que cruzou dados sobre o histórico de câncer e de consumo do vape (nome em inglês utilizado para o dispositivo).


“Os jovens estão usando de forma perigosa, achando que não faz mal. Mas é bom lembrar que o cigarro eletrônico tem nicotina e outros poluentes, e em geral quem usa, fuma muito mais que um cigarro comum”, destaca o Dr. Dorival De Carlucci Jr., Cirurgião de Cabeça e Pescoço do Hospital São Luiz Morumbi.


O hospital da Rede D’Or, localizado na zona Sul da capital paulista, conta com uma unidade da Oncologia D’Or, uma das mais completas redes de cuidado oncológico do país, e uma sólida estrutura voltada para o diagnóstico e tratamento de todos os tipos de câncer.


O alerta acontece no mês em que são celebrados o Julho Verde e o Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço (27/7), que buscam promover a conscientização sobre o enfrentamento da doença.


A estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca) para este ano é de cerca de 40 mil novos casos de câncer de cabeça e pescoço, incluindo tumores de boca (cavidade oral), laringe e tireoide.


“Câncer de cabeça e pescoço” é um termo que engloba uma série de tumores malignos que podem aparecer na boca, orofaringe, laringe (onde estão as cordas vocais), nariz, seios nasais, nasofaringe, órbita, pescoço e tireoide.


Esses tumores estão entre os tipos de câncer mais comuns no Brasil. A boa notícia é que quando descoberto no começo, a chance de cura chega a 90%.


É importante ficar atento aos principais sintomas do câncer de cabeça e pescoço: aparecimento de nódulo no pescoço, manchas brancas ou avermelhadas na boca, ferida que não cicatriza, dor de garganta ou alterações na voz por mais de 15 dias e dificuldade ou dor para engolir.


Fatores de risco

Câncer de tireoide: Dieta pobre em iodo, radioterapia em baixas doses (principalmente na infância), histórico familiar, obesidade, tabagismo, poluentes ambientais.


Câncer de laringe: Consumo de tabaco (cigarros, charutos, cachimbos, narguilés), consumo excessivo de bebidas alcoólicas e excesso de gordura corporal.


Prevenção do câncer de cabeça e pescoço:


- Pare de fumar cigarro comum ou eletrônico;

- Mantenha a higiene bucal em dia;

- Em casos com fatores de risco, faça acompanhamento regular para detectar precocemente e investigar alguma lesão suspeita;

- Evite o consumo excessivo de bebidas alcoólicas;

- Procure manter uma alimentação saudável e pratique atividade física.

bottom of page