Buscar
  • Redação JBA

Centro Universitário Belas Artes de São Paulo ganha nova unidade no Shopping Cidade Jardim

Projeto assinado pelo arquiteto Jayme Lago Mestieri tem intuito de unir centro comercial e instituição de um jeito moderno e surpreendente

Imagem: Manuel Sá

O Shopping Cidade Jardim, localizado na capital paulista, conta, a partir de já, com uma nova instituição de ensino, o Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. A junção entre o centro comercial e a instituição se dá pelo desejo de diversificar o tipo de frequentador do shopping, alcançando um público mais jovem em todos os períodos. Com um investimento de 15 milhões, o projeto representa um grande case de apropriação de novos espaços, unido varejo e educação para propiciar mais atividades no local. Junto com o propósito de trazer novos frequentadores, o centro universitário oferecerá cerca de 20 cursos entre graduação, pós-graduação e cursos livres. Para o arquiteto Jayme Lago Mestieri, à frente do escritório que leva o seu nome e é responsável pelo projeto, a fusão entre os dois espaços é benéfica para varejistas, estudantes e empreendedores, já que o local ficará à disposição de 2.500 alunos que passarão por diariamente por ali. “Eu considero que a maior lição para arquitetura não se encontra nos acabamentos ou nas formas desenhadas, mas em como os usos podem ser combinados”, comenta.


Com uma estrutura singular, o novo campus se adequa ao shopping unindo a rigidez estrutural tradicional e a criação de formas modernas e personalizadas, causando uma surpresa positiva aos visitantes com uma nova configuração e apropriação do espaço. O Grand Hall, por exemplo, é formado por quatro blocos não ortogonais e assimétricos, interligados por passarelas aéreas que abrigam salas de aula, biblioteca, laboratórios e ateliês. Outro ponto de conexão será a praça interna, presente entre os blocos, que também servirá como ponto de encontro para estudantes e local para atividades acadêmicas. “O campus é grande e deve ser surpreendente, além de oferecer um ritmo de experimentação. Na concepção, trabalhamos para que o projeto transmita atributos que surpreenda, porém sem prejudicar a produtividade e o seu funcionamento”, ressalta Jayme Lago Mestieri. Ainda segundo o profissional, cada parte do projeto tem elementos que arrebatam os usuários – desde uma peça de comunicação até o mobiliário. O desenvolvimento se fundiu com a malha estrutural do shopping sem oferecer resistência, já que na parte interna é possível encontrar segurança nas instalações e equipamento, onde são respeitadas as capacidades e as condições de funcionamento para todo o complexo, mas de uma forma única oferecendo um novo ângulo, com uma nova perspectiva.

A nova unidade, inaugurada recentemente, foi projetada para que os alunos tenham uma aprendizagem 360º através de aulas teóricas, práticas e digitais. Por ter diversas disciplinas presenciais e online, o Centro Universitário Belas Artes de São Paulo realizou um grande investimento em infraestrutura para que todos os alunos possam usufruir das tecnologias e dependências da instituição. Tudo isso para oferecer um ambiente propício para o desenvolvimento dos estudantes resultando em uma formação de qualidade.