Buscar
  • Redação JBA

Centro para Crianças e Adolescentes do Butantã elabora mapa afetivo com os atendidos

Por meio de passeios, os conviventes exploram e se divertem em espaços do território

Imagem: Acervo Secretaria Municipal de Educação

O Centro para Crianças e Adolescentes (CCA) Recanto dos Pássaros, tem feito diversos trabalhos relacionados aos locais de lazer e cuidado da região do Butantã, Zona Oeste de São Paulo. Com o objetivo de desenvolver a cidadania e construir laços com as praças, parques e outros espaços públicos de lazer no território, o serviço promoveu diversos passeios com brincadeiras e estudos. A iniciativa partiu de uma parceria com a Unicef e o Itaú em 2020, que ofereceu materiais de base para pesquisa e desenvolvimento dos mapas afetivos. Após o fim da parceria, o CCA deu continuidade ao trabalho frequentando as praças, parques, quadras e pistas de skate da região cerca de uma vez por semana. Conforme as visitas aconteciam, os atendidos eram estimulados a contarem histórias que viveram nos locais, perceberem o que havia ao redor e imaginarem as mudanças que eles fariam para melhorar a região. Durante a visita também aconteciam brincadeiras populares e contação de histórias por parte dos orientadores socioeducativos. Segundo o gerente do local, Victor Siqueira Serra, “com os passeios e com a construção dos mapas e maquetes é possível conhecer o território através do olhar das crianças”. Por conta da pandemia de COVID-19, a quantidade de atendidos que frequentavam o CCA estava reduzida, então os grupos que participavam das visitas eram compostos pelas crianças e adolescentes que estavam presencialmente no local, geralmente entre 10 e 15 participantes. No retorno ao CCA, os atendidos reuniam as fotos que tiraram nos passeios, desenhavam as casas deles, montavam mapas ou maquetes e ligavam com fitas coloridas os caminhos percorridos entre as casas deles e os locais com os quais têm relações de afeto. Além de reforçar os laços, a orientadora socioeducativa, Flora Oliveira e Silva, conta que “os passeios fornecem uma sensação de pertencimento quando eles podem explorar as vivências externas ao CCA”. A atividade está sendo repensada para a volta de 100% dos atendidos, que acontecerá na próxima semana. Devido ao maior número de crianças e adolescentes, é necessário que as noções de como se comportar durante as excursões sejam passadas para eles aos poucos, para que sejam seguras e organizadas.

4 visualizações0 comentário