Buscar

Celular e a segurança

Por Coronel Camilo


O uso intenso e excessivo dos smartphones ganhou força durante a pandemia, mas pode acarretar problemas sérios no dia a dia, inclusive se for utilizado no trânsito ou em pequenos trajetos na calçada.

Por um lado, na quarentena, as pessoas que precisavam ficar distantes puderam se aproximar graças à tecnologia, fazendo vídeos e trocando fotos. Um grande ganho para todos! Por outro lado, os aparelhos, cada vez mais sofisticados, acabam sendo usados em horas inadequadas, como ao dirigir ou em caminhadas diárias, seja do trabalho para a casa ou durante a prática de exercícios físicos.

O principal alerta é que, neste período de Ano Novo, muitas famílias viajam e mesmo adotando todos os cuidados para evitar a contaminação pelo Coronavírus é necessário ficar atento também com o fator segurança.

O motorista por exemplo que é adepto do uso de aplicativos de conversa ou outras ferramentas ao volante, pode avançar um sinal vermelho por desatenção ou atropelar alguém.

Sabemos que o uso do celular proporciona um risco bem semelhante ao de uma pessoa sob efeito de álcool. Quando menos se espera, o carro avança a faixa do lado, sobe uma guia e a noção de tráfego é prejudicada. Isso vale também para a utilização do viva-voz ou por Bluetooth.

Hoje há sites simples que oferecem softwares que podem ser instalados no aparelho para que eles respondam automaticamente com mensagens que a pessoa não pode responder naquele instante. Quem fala ao celular e dirige também está sujeito a multa e ponto na carteira. Os órgãos fiscalizados estão atentos para evitar essa prática.

Para a segurança das pessoas, evite mexer no aparelho enquanto está andando, isso diminui as chances de ficar desatento e implica até mesmo a abordagem criminosa, já que o celular é um acessório muito visado para roubos e furtos, ou seja, o pedestre deve sempre estar 'conectado' com o que ocorre em sua volta. A medida ainda evita possível atropelamento de pedestres.

Caso esteja na rua, evite ostentá-lo. Se tiver que falar e for urgente, entre em um estabelecimento seguro. No caso de estradas, estacione em lojas de conveniências ou pare em local iluminado e adequado.

No cenário atual, não é apropriado ficar com o celular exposto. O aparelho também precisa ser higienizado constantemente por ser uma fonte de contaminação. Se for ao mercado ou em locais fora de casa, nunca deixe o celular em bancadas ou lugares de muito acesso do público para mantê-lo sempre limpo e seguro.

Apesar da grave crise de saúde que enfrentamos, desejo um feliz Ano Novo a todos e aproveitem muito os bons momentos da vida com seus familiares, quando for possível. Que 2021 possa ser um recomeço, com grandes possibilidades para todos.


Coronel Camilo é secretário-executivo da Polícia Militar. É formado em Administração de empresas pelo Mackenzie, com bacharelado em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul e pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIAP e em Gestão de Segurança Pública pela Secretaria Nacional de Segurança Pública.

4 visualizações0 comentário

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br